Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Jean festeja chance de jogar clássico e vê Vasco 'cascudo'

Volante está entusiasmado com a chance de obter vaga na Libertadores

Estadão Conteúdo

25 Outubro 2017 | 14h58

Vasco e Flamengo se encontrarão pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado, às 19 horas, no Maracanã, no primeiro encontro entre eles após o tumultuado clássico vencido pelo time rubro-negro por 1 a 0, que terminou com uma grande confusão - invasão de cabines de imprensa, do gramado e ação repressora da Polícia Militar - e a consequente interdição do estádio de São Januário por determinação do Ministério Público e do STJD.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Mas o volante vascaíno Jean procura deixar os acontecimentos negativos do jogo anterior no passado. O jogador, que não atuou no embate anterior diante do rival, demonstrou entusiasmo e ansiedade pela oportunidade de estar em campo e ajudar o Vasco a vencer o clássico e seguir em busca do principal objetivo do grupo no Brasileirão, que é estar no G7 e garantir uma vaga na próxima edição da copa Libertadores.

"Quem não quer jogar um clássico? É o Clássico de Milhões. Fiquei maluco fora de campo no jogo de ida, estava com vontade de estar em campo, ajudando, vivendo tudo aquilo. Principalmente por ter sido em São Januário, independente do que houve. Tive oportunidade de jogar esse clássico pelo Carioca, e te falo que é uma experiência única. É muito bom, mas ainda quando a gente ganha. Vamos dar a vida", projetou o meio-campista.

Jean também elogiou o trabalho do técnico Zé Ricardo, que no primeiro turno ainda dirigia o Flamengo. O atleta também afirmou que o elenco vascaíno está mais preparado nesta etapa da competição, apesar de alguns resultados negativos, como o empate em 1 a 1 na última rodada diante do Coritiba, no Maracanã.

"Amadurecemos no momento certo, nossa equipe se tornou cascuda, competitiva, tem errado menos na reta final do campeonato. Os resultados têm mostrado isso. Deixamos escapar pontos importantes, mas o principal temos feito, andar para frente. E o Zé é um cara fenomenal, do bem, todos gostam dele. Quando saiu do outro clube, recebeu mensagens dos outros jogadores parabenizando. Quando ele chegou, sabíamos do potencial, mas nos surpreendemos pela maneira de estudar o adversário, apresentar para nós e individualmente", valorizou Jean.

O Vasco ocupa atualmente a oitava colocação no Campeonato Brasileiro, com 43 pontos, três a menos que do o rival, em sétimo lugar na tabela e já dentro da zona de classificação para a Libertadores de 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.