Satiro Sodré/SSPress/Botafogo
Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

João Paulo minimiza a derrota: 'Sem tempestade em copo d'água'

Suspenso, meia foi desfalque do Botafogo contra o Fluminense

Estadão Conteúdo

06 Novembro 2017 | 15h42

Desfalque no clássico diante do Fluminense por suspensão, o meia João Paulo assistiu de longe à derrota do Botafogo no sábado. A má atuação na queda por 2 a 1 irritou a torcida e aumentou a pressão para as próximas rodadas, mas o jogador fez questão de minimizar o resultado.

+ Confira a classificação da Série A do Brasileiro 

"A derrota atrapalha, claro. Qualquer derrota atrapalha, ainda mais sendo no clássico. Mas sem tempestade em copo d'água. O próximo jogo vale os mesmos três pontos", declarou nesta segunda-feira. "Temos que virar a página, segue o jogo. Temos uma cobrança interna, independente do resultado. A cobrança existe."

Para amenizar o clima de desconfiança, o Botafogo precisa vencer um adversário em baixa. Na quarta-feira, encara o Sport, fora de casa, em busca de estabilidade e de manter-se na zona de classificação para a Libertadores do ano que vem. João Paulo se acostumou a encarar o rival quando vestia a camisa do Santa Cruz e alertou para os perigos da Ilha do Retiro.

"Não sei quantas vezes atuei lá, mas já foram muitas. Individualmente, tenho boas estatísticas jogando na Ilha e espero que possamos sair com a vitória. Lá, a torcida fica muito próxima e isso conta bastante. Da mesma forma que também pode ser um aliado nosso caso estejamos bem no jogo", considerou.

O próprio meia, no entanto, encarou com naturalidade mais um desafio complicado na sequência do Botafogo. "Será mais um jogo difícil, o Campeonato Brasileiro é assim. Eles estão numa situação delicada e sei bem como é jogar lá. Um adversário difícil, mas temos condições de buscar os três pontos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.