Jogadas ensaiadas e finalizações são prioridade de Parreira

As jogadas ensaiadas e as finalizações foram a prioridade do técnico Carlos Alberto Parreira no treino realizado na tarde deste sábado, na Arena Thermoplan, em Weggis. Foi o quarto dia seguido em que a seleção treinou em dois períodos, e os jogadores saíram de campo visivelmente cansados. A movimentação durou cerca de uma hora e meia. Nos primeiros 27 minutos, Parreira comandou um treino tático, com os jogadores separados em dois times, titulares e reservas. Parou o treino várias vezes para dar instruções aos atletas. O campo utilizado tinha a largura oficial, mas comprimento reduzido, com as traves na altura da linha da área. Depois, os dois jogadores disputaram um coletivo com 25 minutos de duração, no campo inteiro. Somando os dois "tempos", os titulares venceram por 4 a 1, com boa atuação de Ronaldo, que marcou dois gols, e Ronaldinho, que armou a maior parte das jogadas. Os dois foram bastante exigidos por Parreira na última parte do treino, de cerca de 15 minutos, em que o técnico treinou jogadores ensaiadas pela linha de fundo, em cobranças de lateral e de escanteio. Após o fim do treino, enquanto a maioria dos jogadores realizavam o trabalho de relaxamento muscular, Ronaldinho divertiu a torcida e os colegas com malabarismos com a bola. No movimento mais aplaudido pelos torcedores que mais uma vez lotaram o estádio de Weggis, ele deu uma cambalhota com a bola presa no tornozelo. Neste domingo, o Brasil não treina pela manhã. Às 16h45 (11h45 de Brasília), Parreira realiza mais um treino tático e um minicoletivo contra a equipe de juniores do Fluminense, que está na Europa para uma excursão. O técnico Carlos Alberto Parreira adiou para o domingo a entrevista coletiva que daria neste sábado, após o treino.

Agencia Estado,

27 Maio 2006 | 13h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.