Mike Finn-Kelcey/Reuters
Mike Finn-Kelcey/Reuters

Jogador da seleção inglesa é detido e internado em hospital psiquiátrico

Aaron Lennon, que defende o Everton, jogou a Copa do Mundo de 2006

EFE

03 Maio 2017 | 11h31

O meia-atacante inglês Aaron Lennon, que atua no Everton, foi detido no domingo pela polícia de Manchester e internado em um hospital psiquiátrico, conforme divulgou nesta quarta-feira a equipe de Liverpool.

O jogador, de 30 anos, que defendeu a seleção inglesa em 21 partidas, foi enquadrado na Lei de Saúde Mental e encaminhado para uma unidade de saúde mental. A alegação é de que está "recebendo atenção e tratamento para sua doença, relacionada ao estresse."

De acordo com comunicado emitido pela polícia de Manchester, na tarde de domingo, uma patrulha foi avisada por pedestres sobre a situação de um homem, que estava na rua. Em seguida, o detiveram, de acordo com a legislação local.

A imprensa britânica publica hoje que Lennon estava desorientado, na região de Salford, nos arredores de Manchester, quando foi localizado por agentes de segurança.

O meia-atacante chegou ao Everton cedido por empréstimo pelo Tottenham em 2015, e depois foi contratado em definitivo. O jogador, no entanto, não entra em campo com a equipe principal do clube de Liverpool desde fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.