Jogador egípcio flagrado no doping

O jogador Hany Said, do Bari, da Itália, e da seleção egípcia, deu positivo para o uso da substância nandrolona, em controle de dopagem realizada no último dia 20 de janeiro, na partida contra o Senegal pela Copa da África, informou nesta quinta-feira a Confederação Africana de Futebol (CAF). A entidade avisou ainda que a Comissão Disciplinar vai se reunir na sexta-feira para examinar o caso e decidir qual será a punição ao atleta.

Agencia Estado,

14 Março 2002 | 11h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.