Assine o Estadão
assine

Esportes

Palmeiras

Jogadores do Palmeiras pedem capricho e mais vontade após empate

Atletas reclamam da má atuação após empate contra o Oeste

0

Daniel Batista,
O Estado de S.Paulo

11 Fevereiro 2016 | 00h12

Os jogadores do Palmeiras admitiram irritação ao final da partida em que o time não passou de um empate sem gols com o Oeste, em São José do Rio Preto. Para o atacante Cristaldo, o time precisava ter mostrado mais dedicação em campo.

“Tem que ter vontade para jogar bola. Às vezes não é só na técnica. Hoje, o Palmeiras não fez um bom jogo”, reclamou o argentino, que entrou no segundo tempo, no lugar de Lucas Barrios, que teve uma atuação bastante discreta.

O atacante Dudu, o melhor do time alviverde dentre os atacantes, também protestou sobre a atuação da equipe. “Faltou a gente caprichar no passe e terminar uma jogada. O jeito é se recuperar no sábado e tentar fazer um grande jogo contra o Linense”, destacou o jogador.

Para o zagueiro Roger Carvalho, titular no lugar de Leandro Almeida, a equipe deveria ter tido mais calma com a bola no pé, mas ainda não existem motivos para grandes preocupações.

“Tivemos oportunidades, mas afunilamos muito o jogo. Tinha que ter mais capricho no último passe. A gente tem que procurar consertar esses erros para evoluir nas próximas partidas”, projetou o defensor, que teve boa atuação e pode ser mantido na defesa ao lado de Vitor Hugo, até que Edu Dracena se recupere de lesão.

O elenco do Palmeiras volta aos treinos na tarde desta quinta-feira, na Academia de Futebol, e no sábado enfrenta o Linense, no Allianz Parque. Nesta partida, o técnico Marcelo Oliveira deve escalar um time reserva, já que na terça-feira o confronto é contra o River Plate, no Uruguai, pela primeira rodada da Copa Libertadores.

 

Mais conteúdo sobre:

Comentários