1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

São Paulo valoriza atuação no 2.º tempo contra o Água Santa

- Atualizado: 06 Fevereiro 2016 | 20h 23

Tricolor deslanchou e anotou três gols na segunda etapa

Um gol no primeiro tempo e outros três no segundo. Foi assim que o São Paulo construiu a vitória de goleada por 4 a 0, neste sábado, sobre o Água Santa, no estádio do Pacaembu, na capital, pelo Campeonato Paulista, em atuação que fez os jogadores admitirem que fica de exemplo para as próximas partidas o volume de futebol demonstrado na segunda etapa, principalmente pela entrada de titulares.

"O primeiro tempo foi um pouco complicado. Eles ficaram atrás da linha da bola. O importante é que a gente continuou insistindo, fizemos o primeiro gol, abrimos espaço e calma ampliamos", explicou o volante Wesley ao deixar o campo. O São Paulo fez três gols na segunda etapa após a entrada de três titulares que até então vinham sendo poupados pelo técnico argentino Edgardo Bauza para o jogo no meio de semana pela Copa Libertadores contra o Cesar Vallejo, do Peru.

Thiago Mendes e Michel Bastos entraram e fizeram gols, fora a boa participação de Paulo Henrique Ganso. "Conseguimos uma grande vitória. A equipe deles estava nos dificultando bastante e depois concluímos as oportunidades para construir uma larga vantagem", disse Michel Bastos, autor do último gol. Os dois primeiros do time foram de Calleri, de cabeça. O argentino chegou à marca de três tentos em duas partidas pelo clube.

Jogadores comemoram com Calleri um dos gols do argentino no jogo
Jogadores comemoram com Calleri um dos gols do argentino no jogo

Antes da entrada dos titulares, o time estava em dificuldade. O Água Santa pressionou no começo do segundo tempo, enquanto que o São Paulo estava com uma formação mista e sem meias de origem em campo. "Com o tempo a equipe deles se abriu e conseguimos fazer mais gols. Ficamos felizes com a vitória", destacou o zagueiro Rodrigo Caio.

Sem folga no carnaval, a equipe se reapresenta no domingo pela manhã no CT da Barra Funda para iniciar a preparação para enfrentar a equipe peruana na próxima quarta-feira, pelo confronto de volta da primeira fase da Libertadores. Na ida, em Trujillo, as equipes empataram em 1 a 1.

São Paulo em 2016
Washington Alves|Reuters
Ganso

Ganso foi um dos destaques do Sâo Paulo na hora de controlar a pressão do Atlético-MG no Horto

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX