1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Jogadores e técnicos criticam gramado e Fifa suspende treinos

Jamil Chade - O Estado de S. Paulo

22 Junho 2014 | 17h 40

Capitão belga, Kompany declarou que campos na Bélgica são melhores que os apresentados no Brasil

Os gramados da Copa do Mundo se transformam em uma dor de cabeça para a Fifa. Os jogadores da Bélgica se queixaram do campo do Maracanã e alertam que, na Europa, as condições são melhores que no Rio. Em Belo Horizonte e em Curitiba a Fifa proibiu seleções de treinar nos estádios da Copa para não afetar os campos, já em situação delicada. O Chile ainda disse que a Fifa não deveria permitir que um jogo fosse disputado no gramado do Itaquerão.

"O gramado não tem a mesma qualidade dos campos que temos na Europa", declarou Kompany, capitão do time belga, depois da partida contra a Rússia.

O Maracanã recebeu apenas três jogos na Copa por enquanto. Mas vários trechos do campo já estão seriamente desgastados. Na pequena área de ambos os gols, a grama da lugar a um local escuro. Com sementes da Dinamarca e um custo de cerca de R$ 100 mil por mês para ser mantida, a grama do estádio do Rio foi alvo de críticas por parte de praticamente todos os jogadores belgas que passaram pelos jornalistas depois do jogo.

Alderweireld, o zagueiro do time, foi um dos que se queixou. "Estava muito dura. Mas temos de conviver com isso", declarou. "No primeiro jogo, contra Argélia, o gramado estava bem melhor", indicou. A partida ocorreu em Belo Horizonte.  Alex Witsel também criticou a grama. "A grama não é das melhores e hoje não estava bem. O campo estava seco", disse.  O Maracanã vai receber mais quatro jogos nesta Copa do Mundo. O próximo ocorre na quarta-feira, entre França e Equador. Mas o estádio também será palco da grande final.

Não é apenas o Maracanã que é criticado. O técnico do Chile, Jorge Sampaoli, atacou o gramado do Itaquerão. "Está muito deteriorado. A Fifa não deveria permitir que equipes treinassem nos estádios da Copa e principalmente não deveria permitir que um jogo tão importante como esse fosse realizado em um gramado tão ruim", disse.

Neste domingo, em Curitiba, Espanha e Austrália foram impedidas de reconhecer o estádio por conta da condição precária do gramado.

Há três dias, o time da Argentina foi impedido de treinar no estádio de Belo Horizonte. Os organizadores da partida consideraram que um treino do time de Lionel Messi, seguido por um treino do Irã teria um impacto negativo sobre a grama.

A Fifa alegou que isso era "normal" e que a proibiçaão também acontece tanto na Europa como em Copas passadas. "Isso é algo apenas para preservar a grama", declarou Delia Fischer, porta.voz da Fifa. "Tomamos essas medidas em 2006 e em 2010", justificou.

Fábio Motta/Estadão
Estádio recebeu partida entre Bélgica e Rússia, mas foi criticada

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo