1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Lateral Jorge elogia pré-temporada do Fla e vê grupo mais unido

- Atualizado: 17 Janeiro 2016 | 16h 02

Jovem ala acredita que bons resultados virão em 2016 com Muricy

O Flamengo vive um novo clima e o grupo está cada vez mais animado, unido e com vontade de vencer. Essa é a opinião de Jorge, que tem sido escalado como titular pelo técnico Muricy Ramalho nos coletivos da pré-temporada. O lateral-esquerdo ainda afirmou à imprensa, neste domingo, que se vê mais maduro.

"Vejo mais conversas entre o grupo, animação, vontade de vencer, falar de jogo, chegar o dia da partida e vencer. O Guerrero está mais animado, se sentindo mais leve, mais solto. É bom ver essa felicidade", comentou Jorge. "Todos vão ver um Flamengo diferente, com jogadores se dedicando mais e se entregando até o fim. O grupo está muito forte, amigo demais. Isso é bom para buscarmos objetivos maiores", acrescentou.

Titular com Muricy Ramalho, Jorge se vê ameaçado pela chegada de Chiquinho, mas acredita que saberá lidar com a disputa por posição no clube. "Sou feliz por ser titular hoje, mas se o Chiquinho tiver uma chance, vai querer aproveitar porque é um grande jogador. Além disso, é um amigo, me dá conselhos. Esta pré-temporada está sendo maravilhosa, nosso grupo é ótimo. Posso dizer que muitas coisas vão mudar. Eu também estou mudando como pessoa".

Lateral Jorge vem treinando entre os titulares do Flamengo e esbanja otimismo para a temporada

Lateral Jorge vem treinando entre os titulares do Flamengo e esbanja otimismo para a temporada

Aos 19 anos, o atleta quer mostrar para Muricy Ramalho que tem cabeça para aguentar a pressão de jogar no Flamengo. "Amadureci como atleta e pessoa. Vou me esforçar cada vez mais para continuar colaborando para o time chegar aos seus objetivos. Chegaram jogadores muito qualificados que, junto com o professor Muricy, irão fazer o Flamengo ficar ainda mais competitivo", disse.

"Com Muricy não pode relaxar. Ele pede muita concentração e movimentação em campo. Quer muita posse de bola e é o que estamos buscando. Ainda está no início, mas vamos nos adequando ao que ele pede nos treinos e jogos", finalizou Jorge.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX