Jornal acusa juiz de enriquecimento

O árbitro equatoriano Byron Moreno classificou de ?injúrias? as afirmações do semanário japonês Shukan Bunshu de que teria enriquecido após a sua participação na Copa do Mundo. O juiz teve uma atuação contestadíssima na partida em que a anfitriã Coréia do Sul eliminou a Itália. O jornal diz que após o Mundial, Moreno tirou férias luxuosas em Miami, comprou um automóvel e pagou quase todas as suas dívidas. ?Não sei o que se pretende com tanta maldade?, disse o árbitro. ?Estive de férias em Miami na casa de minha irmã e comprei um carro, fruto de economias e do que ganhei na Copa. Além disso, não quitei todas as dívidas.?

Agencia Estado,

21 Agosto 2002 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.