1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Joseph Blatter volta atrás e também fala que o Brasil fará a 'Copa das Copas'

Jamil Chade - Enviado especial - O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2014 | 13h 12

Presidente da Fifa tenta evitar incidente após fazer duras críticas à prepração brasileira para o torneio

GENEBRA - Para Blatter, Copa será "um sucesso" e insiste que preparativos nas cidades sedes estão "a todo vapor". Um dia depois de criticar o Brasil, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, tenta abafar a crise. Em uma mensagem em sua conta Twitter, o cartola suíço insistiu que "concorda" com a presidente Dilma Rouseff que o Brasil fará a "Copa das Copas" e que será um "ótimo anfitrião".

A mensagem foi enviada depois que, no fim de semana em entrevista ao jornal suíço 24 Heures, Blatter afirmou que nunca viu atraso parecido na preparação de um país para sediar o torneio desde que começou a trabalhar na Fifa, em 1975. Até agora, metade dos estádios não foi concluído e os prazos já estouraram.

Nesta segunda-feira, em sua primeira manifestação pública em 2014, Dilma usou o Twitter responder às críticas de Blatter. Para ele, essa será a "Copa das Copas".

"Os brasileiros começam 2014 confiantes que irão sediar a #CopadasCopas. No Brasil, a Copa estará em casa, pois este é o país do futebol", escreveu a presidente. "Os turistas terão oportunidade de conhecer este país multicultural e batalhador. Um Brasil que está enfrentando o desafio de acabar com a miséria e de gerar oportunidades para todos", disse.

Blatter, para evitar uma crise às vésperas da Copa, foi obrigado a praticamente se desmentir em público. Em uma mensagem em sua rede social, apontou que "concorda com @dilmabr sobre a Copa". "O mundo todo está esperando pela @CopadasCopas. O Brasil será um ótimo anfitrião", divulgou. 

Dilma, por sua vez, insistiu que a procura por ingressos é uma prova de que o mundo confia no Brasil. "A procura por ingressos para os jogos - a maior em todas as Copas - mostra que torcedores do mundo inteiro confiam no Brasil", disse. "Amamos o futebol e por isso recebemos esta Copa com orgulho e faremos dela a #CopadasCopas", concluiu.

Copa 2014