1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Futebol Internacional

Jovem brasileira tem dia de sonho ao ser mascote do Manchester

O Estado de S. Paulo

18 Agosto 2014 | 20h 36

Naely Macêdo, moradora da Rocinha, foi uma das 11 crianças carentes escolhidas para entrar com o time inglês no Old Trafford

A derrota do Manchester United para o Swansea, por 2 a 1, no sábado, teve pouca importância para uma torcedora que estava em Old Trafford. Naely Macêdo Araújo, de apenas 10 anos, viveu um dia de sonhos na estreia do time de Louis Van Gaal. Ela era um dos 11 mascotes numa parceria do clube com jovens carentes do mundo.

Naely é moradora da favela da Rocinha, no Rio, e entrou de mãos dadas com Ashley Young, de quem ganhou uma camisa oficial do clube de Manchester. Ainda posou para a foto oficial da abertura da equipe no Campeonato Inglês e levou entre as recordações, além do tour pelas dependências do clube e do estádio, muitos autógrafos e o carinho dos ingleses.

Ao lado de Chen Jingxuan e Yan Yi, chineses de 12 anos, Akash Biswas (12) e Kshitij Kumar (10), da Índia, Firgi Maulana (11) e Anisa Syifa Suryana (12), da Indonésia, os sul-africanos Mfanelo Mabale e Nokuthula Nkabinde, ambos de 12, o sul-coreano Daeyeong Lee, de 10, e a norte-americana Jasmine Padilla, 11, a jovem carioca pôde, enfim, conhecer o futebol europeu de perto.
Foi uma surpresa para a família pobre, já que jamais imaginariam um dia ganhar uma viagem deste porte. E a alegria foi ainda maior quando foram presenteadas, cada criança com uma camisa oficial com seu nome nas costas, recebida da mão de um craque internacional.

O projeto de uma das patrocinadoras do Manchester United tem como objetivo passar aos jovens que jamais desistam de seus sonhos. E seu público alvo são as crianças carentes. Naely foi a escolhida para representar as comunidades brasileiras nesta temporada.

Futebol Internacional