1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Julio Cesar não liga para crítica e vê exemplo de Ochoa

LEANDRO SILVEIRA - Enviado especial a Teresópolis - Agência Estado

19 Junho 2014 | 20h 50

Com atuações seguras diante da Croácia e do México, o goleiro negou encarar o bom desempenho como uma resposta aos críticos

Após falhar na derrota para a Holanda, que culminou na eliminação da seleção nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, Julio Cesar esteve longe de ser um goleiro incontestável nos quatro anos seguintes pelos clubes que defendeu. Mesmo assim, conquistou a confiança do técnico Luiz Felipe Scolari, especialmente pela sua importante participação no título da Copa das Confederações no ano passado, e agora disputa mais um Mundial como titular do Brasil. Com atuações seguras diante da Croácia e do México, ele negou nesta quinta-feira encarar o seu bom desempenho e um possível sucesso no restante da Copa como uma resposta aos críticos.

"Está sendo importante, devido a tudo que foi falado antes da Copa. Mas não quero responder a ninguém. Existem muita interrogações em relação ao meu trabalho. Tenho de acreditar em mim, fazer o meu trabalho e esperar as coisas acontecerem. As defesas no final contra Croácia e México acabam fazendo os críticos eliminarem essa interrogação", disse.

Assim, Julio Cesar admitiu que essas atuações o ajudam a recuperar a confiança após uma temporada difícil, em que foi reserva do Queens Park Rangers, da segunda divisão inglesa, depois se transferindo para o canadense Toronto FC, que disputa a liga de futebol dos Estados Unidos, a MLS. E o goleiro garantiu que vai comemorar um possível título mundial pela seleção ao lado dos seus críticos.

"Joguei muito pouco na temporada passada e o ritmo faz falta. A defesa importante traz tudo de volta, a confiança que você precisa", disse. "Quero fazer meu trabalho e comemorar com esses que duvidaram de mim. Quero curtir, com a seleção brasileira, sem responder a ninguém, cumprir o trato que fiz comigo, que tudo acabe com um final feliz", completou.

Como a excelente atuação do goleiro Ochoa no empate por 0 a 0 entre México e Brasil ainda repercute, Julio Cesar até comparou a sua situação com a do companheiro de posição. O mexicano foi rebaixado no Campeonato Francês com o Ajaccio e agora está sem clube. Mas mesmo com o futuro incerto, está brilhando na Copa. Para ele, isso mostra que a preparação para o Mundial tem mais importância do que a boa fase em um time.

"Acho que vai muito do profissional com quem você trabalha no clube. Às vezes, você não agrada todo mundo. Eu tive um problema com meu treinador (no Queens Park Rangers), ele preferiu outro, respeitei a escolha. Acho que no caso dele é a mesma coisa, você não agrada ao treinador, ele opta por outros jogadores. Isso comprova que com uma boa preparação, e se você estiver focado, isso interfere pouco. Ochoa é um grande exemplo", disse.

A boa atuação de Ochoa serve de inspiração a Julio Cesar, mas também irritou o seu filho, Cauet, como revelou o próprio goleiro brasileiro. "Ele está entendendo mais, está em êxtase com tudo que vivencia na Copa. Me falou: ''parabéns pela partida, você fez duas defesas bacanas. Mas aquele goleiro do México podia ter deixado passado uma bola. Filho da mãe!".

Se Ochoa já é um dos grandes goleiros dessa Copa, Casillas segue o caminho oposto, muito criticado por falhas cometidas nos dois primeiros jogos da já eliminada Espanha. Mas Julio Cesar fez questão de defender o goleiro do Real Madrid. "Frango, não, duas falhas, essa palavra incomoda muito", afirmou, para depois lembrar a gloriosa carreira de Casillas.

"É um goleiro que merece todo respeito, nos últimos anos, levantou os principais troféus do mundo. O que vou falar? É capitão, respeitado na Espanha e no Real. Acho que aconteceu com ele, como aconteceu comigo, mas não deixará de ser quem ele é", disse Julio Cesar, mais uma vez sem conseguir se desvencilhar da falha cometida no Brasil x Holanda da Copa de 2010.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo