Justiça decide intervir no Napoli

O Napoli, da Itália, atravessa a fase mais negra de seus 70 anos de história. Depois de perder as chances de voltar à primeira divisão italiana e de ver seu presidente, Giorgio Corbelli, ser preso por falsificação de obras de arte, a Justiça definiu que o clube passará a ser administrado por um interventor, Gustavo Minervini, que tem como missão sanear as contas do Napoli.

Agencia Estado,

16 Março 2002 | 11h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.