1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Justiça inglesa condena 3 por manipulação de resultados

AE-AP - Agência Estado

17 Junho 2014 | 12h 22

Um júri designado pela corte da cidade de Birmingham, na Inglaterra, considerou três pessoas culpadas por manipulação de resultados de futebol, em veredicto divulgado nesta terça-feira. Os condenados são os empresários Chann Sankaran e Krishna Ganeshan, de Cingapura, e o zagueiro Michael Boateng, que atuava pelo Whitehawk F.C., da Conferência Sul do futebol inglês, na prática a sexta divisão do país.

O juiz responsável só vai divulgar a pena do trio quando o processo estiver encerrado. O meio-campista Hakeem Adelakun, que também atuava no Whitehawk F.C., foi inocentado da acusação e ainda falta o julgamento do defensor Moses Swaibu, outro ex-atleta do clube.

A suspeita foi levantada em dezembro de 2013, após reportagem do jornal inglês Daily Telegraph, que expôs o caso e descreveu os empresários como figuras centrais de esquema de arranjo de partidas nas divisões inferiores da Inglaterra. O trabalho do veículo de imprensa deu início à investigação na Justiça.

A situação endossa a preocupação da Fifa com a existência de esquemas de manipulação de resultados, possivelmente relacionados com o investimento de dinheiro de procedência duvidosa em clubes de futebol. A entidade ainda não se pronunciou sobre este caso ocorrido em solo inglês.