1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Justiça suspende assembleia de apreciação das contas de Del Nero e Marin

- Atualizado: 07 Março 2016 | 11h 11

Liminar foi concedida após pedido da Federação Catarinense

A Justiça do Rio determinou a suspensão da assembleia de apreciação das contas da CBF referentes a 2015, que aconteceria nesta segunda-feira. O pedido foi feito pela Federação Catarinense de Futebol.

A liminar foi concedida no fim da tarde de domingo pelo juiz Paulo Assed Estefan. A Federação Catarinense alega que a CBF não deu acesso aos comprovantes de receita e despesas da entidade. Em 2015, a CBF foi presidida por José Maria Marin e Marco Polo Del Nero. O primeiro está em prisão domiciliar nos Estados Unidos e o segundo foi denunciado por corrupção pelo FBI.

Coronel Nunes é o sucessor de Del Nero na CBF
Coronel Nunes é o sucessor de Del Nero na CBF

A Federação de Santa Catarina é presidida por Delfim Peixoto, que também é vice da CBF. Ele é opositor de Del Nero, que está licenciado da presidência da CBF. O atual presidente em exercício da entidade é o coronel Antonio Nunes, do Pará.

No despacho, o juiz afirma que o exame dos comprovantes de despesas de receitas da CBF "é essencial para discussão e voto da aprovação das contas daquele período". Participariam da apreciação das contas da CBF os presidentes das federações estaduais. Eles viajaram ao Rio com passagens pagas pela entidade.

Mesmo com a decisão da Justiça, a assembleia, convocada desde o dia 19 de fevereiro, deve ocorrer para discussão de outros temas da pauta, como indicação de membros do Conselho Consultivo da CBF.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX