Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Juventus bate Roma em casa e mantém caça ao líder Napoli

Futebol

Giorgio Perotinno/Reuters

Juventus bate Roma em casa e mantém caça ao líder Napoli

É a 11ª vitória consecutiva da equipe de Turim no Italiano

0

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2016 | 20h26

Depois de um início da Campeonato Italiano muito ruim, a tetracampeã Juventus embalou no decorrer na temporada e segue imparável em busca do pentacampeonato nacional. Naquela que foi a sua 11ª vitória consecutiva na competição, o time alvinegro venceu a Roma por 1 a 0 no clássico disputado na noite deste domingo, em Turim, e manteve a sua perseguição ao líder Napoli.

O resultado fez a Juventus chegar aos 45 pontos na vice-liderança, contra 47 da equipe napolitana, que horas mais cedo assegurou a sua permanência no topo ao derrotar a Sampdoria por 4 a 2, fora de casa, nesta 21ª rodada.

O único gol do clássico deste domingo foi marcado pelo argentino Paulo Dybala, aos 32 minutos do segundo tempo. E a derrota sofrida pela Roma deixou a equipe da capital nacional estacionada nos 35 pontos, na quinta posição, e cada vez mais distante da luta pelo título. O posto atual hoje lhe garantiria apenas a disputa de uma fase de qualificação para a próxima edição da Liga Europa, sendo que a distância em relação à Inter de Milão, a quarta colocada, agora é de seis pontos.

Essa também foi a segunda partida da Roma desde a volta do técnico Luciano Spalletti, que reestreou no comando no empate por 1 a 1 com o Hellas Verona, em casa. Desta forma, a nova passagem do treinador pelo clube começou de forma decepcionante.

Após levar a melhor no clássico, a Juventus voltará a atuar pelo Campeonato Italiano no próximo domingo, contra o Chievo, fora de casa, enquanto a Roma buscará a reabilitação diante do Frosinone, no sábado, mas desta vez atuando em seus domínios.

No clássico deste domingo, a Roma pouco conseguiu produzir para merecer um resultado que não fosse uma derrota diante da Juventus, que também sofria para criar boas jogadas ofensivas, mas tinha muito mais volume de jogo e a posse da bola.

Já no primeiro tempo, o time de Turim quase abriu o placar em chute de Dybala que acertou o travessão. Foi uma rara chance ofensiva da Juventus, que passou a atacar mais no segundo tempo depois que o técnico Massimiliano Allegri sacou Lichtsteiner para a entrada de Cuadrado.

E a ofensividade acabou sendo premiada aos 32 minutos da etapa final. Pogba investiu pela direita e tocou para Dybala, que dominou e bateu cruzado para selar o 1 a 0. A Roma ainda conseguiu empatar com um gol de Dzeko, mas a arbitragem alegou que o atacante fez falta em um defensor da Juventus no lance.

Comentários