Assine o Estadão
assine

Esportes

São Paulo FC

Kardec reclama e diz receber poucas chances no São Paulo

Atacante entrou apenas nos minutos finais contra o Mogi Mirim

0

Ciro Campos,
O Estado de S. Paulo

02 Março 2016 | 10h00

A vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim, nesta terça-feira, pelo Campeonato Paulista, não amenizou alguns focos de insatisfação no elenco. O atacante Alan Kardec concedeu entrevista na saída do gramado do estádio do Pacaembu e reclamou do técnico Edgardo Bauza por não lhe dar chances e nem lhe procurar com detalhes para falar sobre como poderá ser aproveitado.

Kardec entrou apenas nos minutos finais na partida e se queixou de receber poucas oportunidades. "Tenho recebido oportunidades eu quero ter mais. Para os meus objetivos, isso não basta", comentou. O atacante começou a temporada como titular e perdeu espaço para o argentino Calleri, que rapidamente se firmou na equipe por ter marcado três gols logo nos dois primeiros jogos pelo São Paulo.

A disputa por posição no ataque faz Kardec pensar na possibilidade de atuar como um segundo atacante, opção que ainda não foi conversada com Bauza. "Parte do treinador vir falar com o jogador. Nem sempre temos a liberdade para conversar. Isso é uma comunicação que poderia existir", disse o atacante. Kardec ainda não marcou gols nesta temporada.

O técnico argentino foi questionado sobre os comentários do jogador na entrevista após o jogo e descartou faltar comunicação. "Converso com todos os jogadores. Falo o que é necessário. Eles tem que ter claro e demonstrar a cada treinamento que estão bem para jogar. O melhor é quem vai entrar. Não me fixo em nomes ou trajetórias. O importante é a equipe", afirmou.

Comentários