1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Kardec reclama e diz receber poucas chances no São Paulo

- Atualizado: 02 Março 2016 | 10h 00

Atacante entrou apenas nos minutos finais contra o Mogi Mirim

A vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim, nesta terça-feira, pelo Campeonato Paulista, não amenizou alguns focos de insatisfação no elenco. O atacante Alan Kardec concedeu entrevista na saída do gramado do estádio do Pacaembu e reclamou do técnico Edgardo Bauza por não lhe dar chances e nem lhe procurar com detalhes para falar sobre como poderá ser aproveitado.

Kardec entrou apenas nos minutos finais na partida e se queixou de receber poucas oportunidades. "Tenho recebido oportunidades eu quero ter mais. Para os meus objetivos, isso não basta", comentou. O atacante começou a temporada como titular e perdeu espaço para o argentino Calleri, que rapidamente se firmou na equipe por ter marcado três gols logo nos dois primeiros jogos pelo São Paulo.

Bauza descarta falta de comunicação com Alan Kardec
Bauza descarta falta de comunicação com Alan Kardec

A disputa por posição no ataque faz Kardec pensar na possibilidade de atuar como um segundo atacante, opção que ainda não foi conversada com Bauza. "Parte do treinador vir falar com o jogador. Nem sempre temos a liberdade para conversar. Isso é uma comunicação que poderia existir", disse o atacante. Kardec ainda não marcou gols nesta temporada.

O técnico argentino foi questionado sobre os comentários do jogador na entrevista após o jogo e descartou faltar comunicação. "Converso com todos os jogadores. Falo o que é necessário. Eles tem que ter claro e demonstrar a cada treinamento que estão bem para jogar. O melhor é quem vai entrar. Não me fixo em nomes ou trajetórias. O importante é a equipe", afirmou.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX