Reuters/Lee Smith
Reuters/Lee Smith

Leco revela que São Paulo tem interesse em Calleri: 'Estamos no mercado'

Argentino está de saída do West Ham após temporada ruim na Inglaterra

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2017 | 23h42

O São Paulo tem interesse em contratar Calleri novamente. O presidente Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, admitiu que existe uma possibilidade de repatriar o jogador, mesmo que remota, caso os empresários que cuidam da carreira do atacante argentino, que atuou no tricolor em 2016, aceitem repassar ao clube por empréstimo.

"A única chance é se os detentores dos seus direitos econômicos, que investiram uma fortuna para tirá-lo do Boca e colocá-lo no mercado europeu e não deu certo, ainda, façam um novo empréstimo para nós. Isso sim, porque ele é um jogador que tem uma história importante no São Paulo e ama o clube. O sonho dele é voltar a jogar aqui", afirmou.

Leco sabe que a tendência é que seus empresários tentem colocá-lo em alguma equipe europeia, pois a intenção é vendê-lo e recuperar o dinheiro investido no artilheiro. Caso as opções não apareçam, o São Paulo estaria disposto a receber o jogador para tentar ser vitrine de Calleri para o mundo.

O atacante virá ao Brasil e vai reencontrar seus amigos no São Paulo. "Como ele está de férias, vem para cá na semana que vem e vai visitar o CT. Já mandou o recado, mas não tem nada marcado comigo nem nada marcado em termos de negociação. A única hipótese é essa do empréstimo. Investimento não temos como fazer", comentou o dirigente.

Leco esteve no Morumbi e vibrou com a vitória do São Paulo sobre o Palmeiras por 2 a 0. "Foi um resultado que lava a alma. Gostei muito do Marcinho, o Rogério montou muito bem o time", comentou, lembrando que a diretoria está de olho nas possibilidades de reforçar o time. "O São Paulo está no mercado."

Muitos nomes são especulados no clube. Leco disse desconhecer Soteldo, do Huachipato, disse que a conversa com o volante Fernando Bob está adiantada e avisou que o clube teve interesse no zagueiro Luiz Otávio, mas o negócio é inviável. "O Luiz Otávio seria bom, mas não tem como tirar de lá. Ele está emprestado para Chapecoense até 31 de dezembro com uma cláusula de contratação de R$ 1,5 milhão", disse.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo FC Futebol Calleri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.