Nick Potts/ AP
Nick Potts/ AP

Leicester bate Watford e se livra de vez do risco de rebaixamento no Inglês

Sequência de bons resultados nas últimas rodadas faz equipe se recuperar da fraca campanha

Estadao Conteudo

06 Maio 2017 | 16h54

O Leicester derrotou o Watford por 3 a 0 neste sábado, em casa, e se livrou de vez do risco de rebaixamento no Campeonato Inglês. Atual campeão nacional, o time anfitrião vem fazendo uma fraca campanha na temporada, mas ao menos evitou a queda ao embalar uma sequência de bons resultados nas últimas rodadas.

Onyinye Ndidi, Riyad Mahrez e Marc Albrighton marcaram os gols da vitória do Leicester, que foi a 43 pontos, em nono lugar, a nove de distância do grupo dos três últimos colocados, faltando duas rodadas para o final do Inglês. O Watford está em 15º lugar, com 40, seis à frente da zona de rebaixamento.

Na penúltima rodada, o Leicester visitará o Manchester City, no próximo sábado, enquanto o Watford jogará contra o Everton, fora de casa, na sexta-feira.

Ainda neste sábado, o lanterna e já rebaixado Sunderland complicou a vida do Hull City ao vencê-lo por 2 a 0, fora de casa. Os visitantes foram a 24 pontos, ainda na última colocação, enquanto que os anfitriões entraram para a zona de rebaixamento, em 18º, com 34.

Quem se deu bem com esse resultado foi o Swansea, que venceu o Everton por 1 a 0, em casa. Fernando Llorente marcou o gol que tirou o time das últimas posições e o levou para o 17º lugar, com 35 pontos. O Everton continua na sétima colocação, com 58 pontos, a dois do Arsenal, que está em sexto.

O Burnley ficou no empate por 2 a 2 com o West Bromwich, em casa. Com o resultado, o time anfitrião foi a 40 pontos, na 14ª posição, enquanto que os visitantes estão em oitavo lugar, com 45.

Bournemouth e Stoke City também ficaram no 2 a 2 e continuam na parte intermediária da tabela. O Bournemouth está em décimo, com 42 pontos, enquanto que o Stoke City ocupa o 13º lugar, com 41.

Mais conteúdo sobre:
Leicester Watford futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.