Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Lesão na coxa esquerda tira Léo Príncipe do Corinthians por até seis semanas

Clube intensifica busca por reserva de Fagner na lateral direita

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2017 | 17h42

De volta ao CT Joaquim Grava, o lateral-direito Léo Príncipe passou por exames detalhados nesta sexta-feira e foi constatado um estiramento muscular no bíceps femural da coxa esquerda. A previsão de recuperação dada pelo departamento médico do Corinthians é de quatro a seis semanas.

Com a ausência de Fagner, suspenso, Léo Príncipe foi titular na vitória do Corinthians sobre a Universidad de Chile por 2 a 1, em Santiago, na última quarta-feira. Mas o lateral deixou o campo mais cedo, ainda no primeiro tempo, chorando depois de sentir uma fisgada na coxa esquerda. O volante Paulo Roberto foi improvisado na posição pelo técnico Fábio Carille.

Léo Príncipe é o único reserva do Corinthians na lateral direita, dessa forma, o clube vai intensificar a busca no mercado por um jogador para a posição. Ex-Santos, Cicinho, que atualmente está no Ludogorets, da Bulgária, está na mira da diretoria corintiana depois do pedido de Carille por um jogador mais experiente.

As conversas ainda são preliminares, mas a lesão de Léo Príncipe pode mudar o rumo da negociação na véspera da estreia no Campeonato Brasileiro. O plano B, caso o time não consiga fechar com Cicinho, é Samuel Santos, que fez bom Campeonato Paulista pelo Botafogo. O Corinthians enfrenta a Chapecoense no sábado, às 19 horas, em Itaquera.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.