1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Futebol Internacional

Lesionado, atacante Diego Costa é cortado da seleção espanhola

Agência Estado

11 Novembro 2013 | 15h 22

Jogador do Atlético de Madrid sofreu lesão muscular na coxa direita

SÃO PAULO - Ainda não será nas datas reservadas pela Fifa para jogos das seleções em novembro que o atacante Diego Costa fará a sua estreia pela Espanha. Nesta segunda-feira, a Real Federação Espanhola de Futebol comunicou que o jogador do Atlético de Madrid foi cortado pelo técnico Vicente del Bosque após sofrer uma ruptura muscular na coxa direita. A entidade explicou que os exames médicos realizados por Diego Costa detectaram uma ruptura muscular de grau 1 para 2. Acompanhado por José María Villalón, médico do Atlético de Madrid, Diego Costa foi até a sede da federação e se reuniu com Óscar Luis Celada, médico da seleção, que avaliou a condição do jogador e confirmou que o jogador precisava ser cortado.

Diante da indisponibilidade de Diego Costa, Del Bosque optou por convocar o atacante Fernando Llorente, da Juventus, para os amistosos da seleção espanhola contra Guiné Equatorial no dia 16, em Malabo, e a África do Sul, em Johannesburgo, em 19 de novembro. Mais cedo, também por lesão, o treinador cortou o meia Cesc Fàbregas e convocou o zagueiro Marc Bartra, ambos do Barcelona.

Após longa polêmica e de uma disputa entre Brasil e Espanha para ver quem ficava com o jogador, Diego Costa foi convocado pela primeira vez para defender a seleção espanhola na semana passada. Brasileiro naturalizado espanhol, o jogador, atualmente com 25 anos, tem sido um dos principais nomes do futebol europeu neste início de temporada.

Nascido no interior do Sergipe, Diego Costa nunca jogou profissionalmente no Brasil. Foi ainda garoto para a Europa, passando por Portugal antes de chegar à Espanha em 2007. Como conseguiu a nacionalidade espanhola e nunca defendeu a seleção brasileira em partidas oficiais (esteve apenas em amistoso realizado em março) ele pode jogar pela Espanha. O técnico Luiz Felipe Scolari chegou a antecipar a sua convocação para os amistosos da seleção brasileira em novembro, abrindo a chance de levá-lo também para a Copa do Mundo de 2014, mas a opção do jogador foi mesmo pelos atuais campeões europeus e mundiais. Assim, havia enorme expectativa para os primeiros jogos de Diego Costa pela Espanha, que não acontecerão mais neste mês.  

Futebol Internacional