Ian Kington / AFP
Ian Kington / AFP

Lesionado, Harry Kane vai desfalcar Tottenham contra o Manchester United

Ausência visa garantir que atacante jogue contra o Real Madrid pela Liga dos Campeões na próxima quarta

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2017 | 10h58

Harry Kane foi confirmado nesta sexta-feira como desfalque de peso do Tottenham para o duelo contra o Manchester United, neste sábado, às 9h30 (de Brasília), fora de casa, onde os dois times jogarão pela vice-liderança do Campeonato Inglês. Atual artilheiro isolado desta edição da competição, com oito gols, o atacante não poderá atuar no estádio de Old Trafford por causa de uma lesão muscular na perna direita.

+ Harry Kane faz dois e Tottenham goleia o Liverpool no Inglês

+ Real só empata com o Tottenham em casa e times dividem ponta do grupo na Liga dos Campeões

O técnico do Tottenham, Mauricio Pochettino, afirmou nesta sexta, em entrevista coletiva, que trata-se de uma "pequena" lesão, mas enfatizou que poderia agravar a situação do jogador se o escalasse contra o United. "Não há sentido assumirmos este risco e tornar o problema maior", justificou.

Desta forma, Kane será poupado visando a partida da próxima quarta-feira, contra o Real Madrid, em Londres, pela Liga dos Campeões. No confronto, o time inglês tentará assumir a ponta isolada do Grupo H da competição, hoje dividida justamente com a equipe espanhola comandada por Zinedine Zidane.

Ao todo, Kane acumula 13 gols em 12 partidas nesta temporada europeia. No último final de semana, ele foi substituído nos minutos derradeiros da partida na qual o Tottenham goleou o Liverpool por 4 a 1, em casa, pela rodada passada do Inglês. E a sua presença contra o Real Madrid é tida como fundamental para o time londrino se tornar líder isolado de sua chave na Liga dos Campeões.

"Nós ficamos sem ele para o próximo jogo e espero que ele esteja pronto para enfrentar o Real Madrid", afirmou Pochettino, que ao mesmo tempo enfatizou: "Sempre você quer ter todos os jogadores à disposição, então isso é um problema. Mas, como sempre, nós acreditamos no coletivo e no elenco. E durante a temporada às vezes essa coisas acontecem. Temos de confiar em outros jogadores".

Tottenham e Manchester United estão com 20 pontos na vice-liderança do Campeonato Inglês, sendo que o time dirigido por José Mourinho está em vantagem nos critérios de desempate. O Manchester City, com 25 pontos, segue disparado no topo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.