1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Levir promete se entender com Kalil e vê empate como ruim

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2014 | 11h 44

Técnico quer se encontrar pessoalmente com o presidente do Atlético-MG para resolver problemas da última semana

O técnico Levir Culpi comentou pela primeira vez a rusga com o presidente Atlético Mineiro, Alexandre Kalil, e minimizou a polêmica com o dirigente, embora tenha dito que prefere resolver as discordâncias pessoalmente. "Esse tipo de situação, a gente tem que resolver pessoalmente. Nunca vou tuitar para falar de alguém, nem uso Twitter. A gente tem que resolver entre nós", disse.

Na semana passada, em entrevistas diferentes, Levir afirmou que todos no Atlético-MG estavam de "nariz levantado" quando ele foi contratado em razão da conquista do título da Copa Libertadores em 2013. Depois, criticou o planejamento do clube pela contratação de três jogadores para a lateral esquerda neste ano.

Kalil, então, rebateu em publicações no Twitter. "No Atlético é o seguinte: do porteiro ao presidente se tiver ruim, é só pedir pra ir embora. Sem drama e sem conversinha", escreveu. "Ah! Só fica com nariz em pé quem já ganhou Libertadores", continuou o dirigente.

Bruno Cantini/Divulgação
Levir Culpi minimizou a confusão criada por causa de suas declarações contra Alexandre Kalil

Após a polêmica, na última sexta-feira, o Atlético-MG entrou em campo neste domingo diante do Figueirense e empatou por 2 a 2. Levir admitiu que a partida foi tecnicamente ruim, mas também criticou a suposta influência da arbitragem no placar final do jogo.

"Foi um jogo de muita força física, muita bola espirrada, sem coordenação de jogo, mas eu espera isso, só que o resultado foi ruim", disse Levir. "O jogo não foi bem apitado", completou.

O empate levou o Atlético-MG ao 23 pontos, na sexta colocação no Campeonato Brasileiro. O time volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, no Maracanã, diante do Flamengo, pela 16ª rodada.