Assine o Estadão
assine

Esportes

Futebol

Liberado para disputar o Carioca, Botafogo vê Ferj vetar jogo no Caio Martins

O início de temporada do Botafogo está sendo bastante conturbado. Depois de correr o risco de ser excluído da disputa do Campeonato Carioca, por não cumprir os novos requisitos exigidos pela MP do Futebol sancionada no ano passado, o clube agora viu a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) vetar a realização de sua partida na terceira rodada no Caio Martins.

0

Estadão Conteúdo

30 Janeiro 2016 | 09h40

Por conta de sua crise financeira, o Botafogo não havia conseguido as Certidões Negativas de Débito (CNDs), pré-requisitos para a disputa de qualquer competição no Brasil desde a aprovação da MP. Elas são exigências para que os clubes possam aderir ao Profut e refinanciar suas dívidas com o governo federal.

Como o Botafogo, além de Cabofriense, Bonsucesso, América e Bangu, não tinha as CNDs, corria o risco de ser excluído do Carioca. Só que uma decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) decidiu a favor destes clubes na última sexta-feira e confirmou o início de competição com todos eles.

Mas nem tudo foi flores no dia do Botafogo, porque logo após a confirmação da participação, o clube viu a Ferj vetar o Caio Martins. O desejo alvinegro era voltar a receber partidas em seu estádio neste Carioca, mas os dirigentes viram esta expectativa ser adiada após a decisão da federação.

A Ferj entendeu que o Caio Martins ainda não terá condições de receber partidas na terceira rodada, dia 10 de fevereiro, quando o Botafogo mandará o confronto diante do Macaé. Por isso, vetou o estádio e transferiu a partida para o Estádio de Los Lários, em Xerém.

Comentários