Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Lições de Ceni motivam Denis para primeira decisão pelo São Paulo

Futebol

Rubens Chiri/Divulgação

Esportes

Futebol

Lições de Ceni motivam Denis para primeira decisão pelo São Paulo

Conversas com ex-goleiro movem atual titular para 100º jogo

0

Ciro Campos,
O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2016 | 07h00

O goleiro Denis vai completar nesta quarta-feira 100 jogos pelo São Paulo em uma ocasião considerada por ele próprio a ideal. Na primeira decisão do jogador como titular do clube a equipe define vaga contra o Cesar Vallejo, do Peru, na fase de grupos da Copa Libertadores, competição que aprendeu a valorizar com as dicas do antecessor, Rogério Ceni.

Aos 28 anos, Denis esperou sete temporadas na reserva para em 2016 assumir o posto de titular. Logo na terceira partida oficial no cargo, o goleiro vai vivenciar uma noite marcante. Completa a 100ª partida pela junto com a decisão importante. "Passei tempo esperando para começar um ano jogando. Fico feliz que em um jogo importante como esse, conseguir completar uma marca bem legal. Para um reserva, até que joguei bastante. O Rogério não gostava de ficar fora", contou.

O goleiro revelado pela Ponte Preta chegou ao São Paulo em 2009 e logo em janeiro daquele ano estreou na vitória por 2 a 0 sobre a Portuguesa, pelo Campeonato Paulista. A convivência com Rogério Ceni rendeu aprendizado e motivou o agora aposentado jogador, a telefonar para o antigo companheiro. "Conversamos um pouco antes de começar o Paulistão. Ele foi bem legal, me desejou sorte, falou para eu continuar trabalhando e ter tranquilidade", disse Denis.

Com Rogério Ceni o goleiro aprendeu a valorizar a Libertadores, competição que o antigo titular mais gostava de disputar. "Ele falava muito da Libertadores, gostava demais de jogar", relembrou. Denis sabe que caso não tome gols na quarta, o São Paulo estará na fase de grupos, já que empatou em 1 a 1 na semana passada, no confronto de ida em Trujillo, no norte do Peru.

Com 28 mil ingressos já vendidos para o encontro, a procura da torcida motiva Denis a ter a expectativa de ter um contato maior com o são-paulinos, de quem tem recebido apoio nas ruas. "Espero achar um estádio lotal. Será o primeiro jogo com a casa cheia e eu jogando com a número 1. Vamos tentar buscar essa vaga", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.