Lippi satisfeito com empate e atuação de Totti

A Itália esteve longe de empolgar, mas o técnico Marcelo Lippi estava muito tranqüilo depois do empate por 1 a 1 contra a Suíça em Genebra, nesta quarta-feira. Ele não tem dúvida de que seu time está no caminho certo para chegar bem ao Mundial e mostrou-se muito satisfeito por Totti ter suportado bem os 90 minutos. ?Para ele, o importante era ficar em campo o máximo possível, voltar a participar de um jogo de primeiro nível. Ele resistiu bem, até cresceu no segundo tempo.? O camisa 10 deverá jogar de novo nesta sexta-feira, no amistoso contra a Ucrânia, em Lausanne. Mas seguramente não ficará em campo o tempo todo. ?Os que jogaram os 90 minutos hoje (quarta) deverão participar de apenas metade da próxima partida. E depois teremos 10 dias para recuperar bem o grupo do esforço desses dois amistosos em 48 horas.? Nesse processo de recuperação está incluída a folga que todos os atletas terão no fim de semana. Totti, como era de se esperar, foi o jogador mais procurado pelos jornalistas na área reservada para entrevistas - um corredor que ficava no caminho entre o vestiário e o ônibus das duas delegações. Quando ele apareceu, de banho tomado e com a barba por fazer, foi um alvoroço. Jornalistas italianos se empurravam e se xingavam para tentar chegar perto o suficiente para ouvir o que o camisa 10 tinha a dizer. De bom humor e muito sorridente, Totti deixou claro que tinha tirado um grande peso de suas costas. ?Fisicamente estou bem e até o jogo contra Gana vou ter tempo para melhorar ainda mais. Mas o que mais me deixou contente, mais até do que ter jogado 90 minutos, foi ter encarado os choques sem receio. Isso foi muito importante para mim.? Ele sabe que tecnicamente também precisa melhorar para ser o jogador capaz de desequilibrar uma partida que se acostumou a ser na Roma, mas disse ter gostado de sua atuação. ?Pessoal, não era fácil render bem depois de tanto tempo sem jogar. Joguei de acordo com o que esperava, estou contente.? Seus companheiros também estavam contentes, ele pode ter certeza. ?Foi uma honra ter sido titular no jogo que marcou a volta de Totti à seleção. Ele é um craque e com certeza vai chegar ao Mundial em condição de fazer muito pela Itália?, disse Gilardino. O zagueiro Materazzi, que saiu no intervalo por causa de uma pancada que levou na panturrilha esquerda, também estava muito feliz por Totti. ?Foi ótimo tê-lo visto em campo por 90 minutos. E vocês viram como ele jogou sem se preocupar com os choques??

Agencia Estado,

31 Maio 2006 | 19h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.