Carl Recine/ Reuters
Carl Recine/ Reuters

Liverpool vence o Middlesbrough e vai à Liga dos Campeões; Arsenal fica fora

Brasileiro Philippe Coutinho foi o destaque da equipe na vitória por 3 a 0

Estadao Conteudo

21 Maio 2017 | 13h02

O Liverpool está de volta à Liga dos Campeões. Depois de se ausentar da principal competição de clubes do continente na temporada passada, o tradicional time inglês confirmou a vaga neste domingo, ao derrotar o rebaixado Middlesbrough com facilidade por 3 a 0, em casa. Grande destaque da equipe, o brasileiro Philippe Coutinho deixou sua marca mais uma vez.

Se o torcedor do Liverpool pôde comemorar a vaga, o do Arsenal viu sua equipe ficar fora da competição pela primeira vez em quase 20 anos. O time londrino até venceu o Everton neste domingo, por 3 a 1, em casa, mas terá que se contentar com a ida à Liga Europa. A última vez que o clube não disputou a Liga dos Campeões foi na temporada 1997/1998 e o desempenho este ano pode ser fundamental para a sequência de Arsène Wenger por lá.

Com os resultados deste domingo, o Liverpool encerrou sua participação na quarta colocação do Inglês, com 76 pontos, somente um à frente do Arsenal. O time de Jürgen Klopp terá que disputar a fase preliminar da Liga dos Campeões, enquanto o campeão Chelsea, Tottenham e Manchester City vão direto para o estágio de grupos.

E o Liverpool não garantiu a vaga sem antes fazer seu torcedor sofrer. Em um primeiro tempo truncado, o time da casa sofria com a retranca do Middlesbrough. Para piorar, o Arsenal não tardou a abrir o placar contra o Everton, aos sete minutos, com Bellerín, cenário que levava os londrinos à Liga dos Campeões.

Mas logo veio o primeiro motivo para o torcedor do Liverpool comemorar. Aos 13 minutos, em Londres, Koscielny recebeu cartão vermelho direto por entrada dura em Gueye. Só que mesmo com um jogador a menos, o Arsenal chegou ao segundo gol, com Alexis Sánchez, aos 26.

O Liverpool, então, percebeu que dependeria somente de si próprio para confirmar sua ida à Liga dos Campeões. E com muita dificuldade, o time abriu o placar já nos acréscimos do primeiro tempo. Em bela triangulação, Wijnaldum recebeu de Roberto Firmino e finalizou na saída do goleiro para marcar.

Foi o suficiente para tranquilizar a equipe e abrir caminho para um segundo tempo mais tranquilo. E aí, apareceu a estrela de Philippe Coutinho. Aos cinco minutos, o brasileiro acertou bela cobrança de falta no canto direito do goleiro e deixou sua marca.

Entregue, o rebaixado Middlesbrough não ofereceu qualquer resistência, e o Liverpool teve facilidade para chegar ao terceiro gol. Aos dez minutos, Lallana ficou com a sobra após confusão na entrada da área e finalizou firme para balançar a rede e selar o resultado.

Em Londres, o Arsenal até conseguiu segurar o triunfo no segundo tempo, mas de nada adiantou. Lukaku diminuiu para o Everton, de pênalti, aos 12 minutos, mas Ramsey, já nos acréscimos, confirmou o triunfo pouco celebrado pelos donos da casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.