Alex Silva/ Estadão
Alex Silva/ Estadão

Lucão falha, defesa bobeia e São Paulo sofre primeira derrota em casa no Brasileirão

Com atuação fraca no setor defensivo, equipe de Rogério Ceni perde no Morumbi

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

18 Junho 2017 | 18h13

O São Paulo sofreu sua primeira derrota no Morumbi neste Campeonato Brasileiro ao perder para o Atlético-MG por 2 a 1 em uma tarde que seu sistema defensivo falhou. Em casa, o time não tinha tomado gols no estádio na competição, mas com uma atuação ruim atrás, principalmente com erros de Lucão, caiu diante do adversário de Belo Horizonte.

A primeira chance mais perigosa veio logo no primeiro minuto, numa cabeçada de Militão que foi para fora. A resposta do Atlético-MG foi contundente. Ao tentar tirar da defesa, Lucão afastou mais, o time mineiro recuperou a bola, que logo sobrou para Cazares. O meia bateu de fora da área e abriu o marcador.

Em desvantagem, o São Paulo sabia que precisava reagir, mas o trio de zagueiros vinha mal na partida e Cícero exibia um futebol burocrático. As melhores chances ocorriam pelo lado direito, nas subidas de Marcinho ao ataque. Pratto teve chance de empatar aos 30, mas chutou para fora. Pouco depois, Marcinho cruzou e o próprio Pratto perdeu outra ótima chance, na cara do gol.

O time da casa tentava encontrar espaços, mas o Atlético-MG se mantinha recuado e tentava apostar nos contra-ataques. Em outra jogada, Marcinho cruzou e Wellington Nem não alcançou. E antes do intervalo, Elias e Rafael Moura tiveram boas chances, mas não conseguiram ampliar a vantagem.

Na etapa final, o técnico Rogério Ceni colocou Thiago Mendes no lugar de Nem. E o empate saiu em um gol relâmpago, logo aos 46 segundos, quando Marcinho recebeu de Junior Tavares e tocou na saída do goleiro Victor. A equipe paulista quase virou o duelo com Pratto, que cabeceou com perigo após cruzamento de Cueva.

O confronto ficou aberto e a defesa do São Paulo continuava errando muito e perdendo bolas bobas, possibilitando o contra-ataque dos mineiros. Ceni abriu mão dos três zagueiros, sacando Militão do time, enquanto Roger tirou Robinho para a entrada de Luan, a fim de dar um fôlego novo para o poder ofensivo do Atlético-MG.

Numa cabeçada contra a própria meta, Cícero mandou para o gol e Renan Ribeiro espalmou. E numa bola que sobrou na área, Lucão tentou tirar e mandou em Rafael Moura, que só teve o trabalho de mandar para o gol. A partir daí, toda vez que pegava na bola Lucão era vaiado. O São Paulo tentou até o final, mas não conseguiu empatar.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 1 x 2 ATLÉTICO-MG

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Éder Militão (Bruno), Maicon e Lucão; Marcinho, Jucilei, Cícero (Gilberto) e Júnior Tavares; Wellington Nem (Thiago Mendes), Pratto e Cueva. Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Felipe Santana, Leonardo Silva e Fábio Santos; Yago, Rafael Carioca (Ralph), Elias e Cazares (Rodrigão); Robinho (Luan) e Rafael Moura. Técnico: Roger Machado.

Gols: Cazares, aos 7 minutos do 1 º tempo; Marcinho, aos 46 segundos, e Rafael Moura, aos 35 minutos do 2º tempo.

Juiz: Braulio da Silva Machado (SC).

Cartões amarelos: Cueva, Junior Tavares, Yago e Rafael Carioca.

Renda: R$ 576.735,00.

Público: 22.704 pagantes.

Local: Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.