Antonio Mafalda
Antonio Mafalda

Luciano brilha, faz dois e dá o título do primeiro turno ao Corinthians

Atacante garante a virada sobre o Avaí, por 2 a 1, em Florianópolis

O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2015 | 18h12

Luciano tirou o Corinthians da mesmice e do futebol burocrático. Foi graças a ele que o time de Tite garantiu o simbólico, porém importante, título de campeão do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Com dois gols, sendo um deles um golaço, o atacante garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, neste domingo, em Florianópolis. O resultado, de virada, fez com que o Corinthians alcançasse os 40 pontos, à frente de Atlético-MG, Grêmio e Fluminense, o pelotão do G-4.

Pode-se discutir se o Corinthians mereceu ou não a vitória – Cássio, por exemplo, também salvou o time de um empate nos minutos finais. O que não se pode discutir é o quanto Luciano melhorou o time.

Já são cinco gols em três jogos depois que ele retornou da seleção brasileira que foi ao Pan e colocou Vagner Love no banco de reservas. Luciano se posiciona e finaliza bem, como ficou claro nos dois gols deste domingo, especialmente o segundo.

O Corinthians melhorou no segundo tempo depois de um primeiro tempo melancólico. O Avaí abriu o placar aos 14 minutos. Na bola parada, André Lima ganhou da defesa e marcou de cabeça. Esperava-se uma nova postura do Corinthians. Não foi o que aconteceu. Os erros se repetiam e o que se via era um time apático e inofensivo.

A letargia corintiana continuou por 45 minutos. O gol de empate, anotado nos acréscimos, aos 47, caiu do céu. Se a zaga do Avaí tivesse cortado a bola corretamente, Luciano não teria acertado um belo chute, sem chance para Diego.

O principal problema do time de Tite foi a falta de poder de criação. É certo que a ausência de Renato Augusto prejudicou a equipe, mas ainda assim se esperava mais de Jadson, Elias e até mesmo de Rodriginho.

No segundo tempo, o Corinthians mudou a postura. Melhorou o toque de bola, jogou pelos lados do campo e levou mais perigo ao gol do Avaí. Em menos de dez minutos, criou um número maior de chances do que em toda a primeira etapa.

Tite também mudou o posicionamento de Jadson após a entrada de Danilo (Rodriguinho, mal, foi sacado do time). A ideia era controlar ganhar mais meio de campo e também presença de área.

Mas foi o Avaí quem quase marcou o segundo, em outra falha da defesa corintiana na bola área. O zagueiro Jéci chegou atrasado, tocou mal na bola e quase fez. E Cássio ainda foi salvo pela trave em um chute rasteiro de Tinga.

No fim do jogo, brilhou mais uma vez a estrela de Luciano, garantindo a vitória corintiana, conquistada também na base do sufoco, com duas defesas importantes de Cássio antes do apito final.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 X 2 CORINTHIANS

AVAÍ - Diego; Nino Paraíba, Jéci, Antônio Carlos e Romário; Adriano (Eduardo Neto), Tinga, Pablo e Camacho; Romulo (Conrado) e André Lima (Hugo). Técnico: Gilson Kleina.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Bruno Henrique, Elias, Rodriguinho (Danilo) e Jadson (Edilson); Malcom (Rildo) e Luciano. Técnico: Tite.

GOLS - André Lima, aos 14 minutos do primeiro tempo; Luciano, aos 47 minutos do primeiro tempo e aos 41 do segundo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Guilherme Arana (COR).

PÚBLICO E RENDA - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão Corinthians Avaí Luciano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.