1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Lugano promete ajudar os zagueiros mais jovens do São Paulo

- Atualizado: 18 Janeiro 2016 | 20h 28

Defensor pensa em ser tutor de novatos como Lyanco e Lucão

O torcedor do São Paulo certamente não terá a oportunidade de ver todo o trabalho de Diego Lugano pelo clube. O defensor, apresentado nesta segunda-feira no CT da Barra Funda, assumirá um papel importante fora do gramado, como líder no vestiário, incentivador e principalmente, protetor dos mais jovens, jogadores vistos como joias pela diretoria.

Os exemplos mais claros são de companheiros de posição do uruguaio. Lyanco, de 18 anos, Lucão, 19, e Rodrigo Caio, 22, disputam com Breno a vaga de titular ao lado de Lugano. O trio teve chances na temporada 2015, mas por ficar marcado em atuações ruins da equipe, chegaram a levar vaias da torcida. O técnico Edgardo Bauza já demonstrou preocupação por isso e explicou que falhas de posicionamento da equipe causaram essa exposição desnecessária dos jovens nas derrotas.

Lugano chega ao São Paulo em 2016 como principal reforço da temporada

Lugano chega ao São Paulo em 2016 como principal reforço da temporada

Lugano demonstrou estar ciente desse problema e se colocou à disposição para contribuir. "Se posso ajudá-los hoje, talvez seja um pouco nesse aspecto de proteger. Só quero proteger quando for conveniente, será uma das minhas principais funções no São Paulo", disse o uruguaio durante a sua apresentação. "Estou à disposição do grupo para ajudar, seja incentivando ou levando água ao companheiro que está com sede."

De acordo com o defensor, o trio de garotos tem qualidade suficiente para não precisar de tanta ajuda. Lugano vê potencial em todos e afirmou que têm nível para chegar à seleção brasileira. "Também vou aprender com eles. Quero ter uma relação de amizade e igualdade."

O espírito de coletividade e liderança pesou para a diretoria ir atrás do defensor. A identificação com a torcida e a experiência de dez anos como capitão da seleção uruguaia o credenciam a ocupar o posto de comandante, antes pertencente a Rogério Ceni. "O grupo que escolhe quem é líder e quem não é. Venho ser mais um, transmitir experiência", afirmou.

Diego Lugano no São Paulo
Agliberto Lima/Estadão
Relembre a primeira passagem de Lugano pelo São Paulo

Em 2003, a contratação de Diego Lugano foi uma aposta do presidente Marcelo Portugal Gouvêa, que buscava solução para resolver a criticada defesa do São Paulo. O time foi buscar um zagueiro reserva do Nacional, do Uruguai, e que atuava pela seleção  sub-23 do Uruguai.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX