Assine o Estadão
assine

futebol

Luis Fabiano fica surpreso com recusa de Pato pelo futebol chinês

'Deve ter preferência de jogar em algum outro país', diz o atacante

0

PAULO FAVERO,
O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2016 | 13h26

A proposta milionária do Tianjin Quanjian para Alexandre Pato parece não ter balançado o atacante. Ele recusou a oferta e aguarda definições de clube da Europa para decidir sobre seu futuro. Para Luis Fabiano, que atuou com ele na temporada passada no São Paulo, a decisão do ex-companheiro de não ir para a China foi surpreendente.

"Eu conversei com o Pato, mas foi antes de acabar a temporada. A gente ainda estava no São Paulo e existia a possibilidade de nós dois irem. Vi ele muito otimista, vi ele falando que seria grande possibilidade, mas depois não conversamos mais, não sei o que se passa na cabeça dele. Deve ter preferência de jogar em algum outro país. Não tinha nada certo com a gente, mas via ele querendo vir, sem descartar a possibilidade", revelou Luis Fabiano.

O próprio Corinthians ficou incomodado com a recusa de Pato, pois via na negociação uma forma de ganhar dinheiro por um jogador que não tem muito clima com a torcida. Pato teve uma boa temporada no São Paulo, emprestado pelo rival, mas agora no retorno ao clube alvinegro a prioridade é tentar negociá-lo. Luis Fabiano bem que queria tê-lo mais uma vez como companheiro de ataque, mas por enquanto não está nada certo.

Para Luis Fabiano, a ida de grandes jogadores para a China vai fazer com que se olhe mais para o futebol praticado na Ásia. "Essa debandada do futebol brasileiro para a China vai fazer com que se acompanhe mais o futebol de lá. O investimento é grande e acho que vão passar a olhar mais para lá. É um país que vai crescer no futebol, pois está levando experiência e qualidade. Dinheiro eu sei que eles têm."

Comentários