Luxemburgo aposta em sucesso de Pará, herdeiro da vaga de Léo Moura no Flamengo

A saída de Léo Moura, que se despediu do Flamengo nesta quarta-feira, abriu uma lacuna na lateral direita do time. Seu substituto imediato é Pará, que chegou ao Flamengo no início desta temporada. Nas rodadas do Campeonato Carioca em que atuou até aqui, ele ainda não convenceu, mas o técnico Vanderlei Luxemburgo demonstra confiança na evolução do jogador.

RONALD LINCOLN JR., Estadão Conteúdo

05 Março 2015 | 00h53

A partir de abril, Léo Moura vai defender o Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos. Antes disso, ele encerrou sua trajetória com uma vitória por 2 a 0 sobre o Nacional, do Uruguai, em partida amistosa realizada no Maracanã.

"O Pará já jogou bons jogos. A vaia que o Pará recebeu em Volta Redonda não foi por causa do Pará. Vaiaram porque o Léo estava no banco. A própria produção do Pará vai mostrar que ele é um bom substituto", disse o técnico após jogo.

Léo Moura também fez coro pelo companheiro. "Sei a responsabilidade que o Pará vai ter agora. Ele vai precisar ter paciência, está substituindo um jogador que ficou dez anos na lateral. Não é fácil. Os jogadores vão precisar ajudar. A torcida também", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo Léo Moura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.