Mais velho da seleção, Cafu sobra no treino físico

O capitão Cafu, jogador mais velho da seleção brasileira na Copa do Mundo, foi o destaque nos treinos físicos realizados na manhã desta sexta-feira, em Weggis, na Suíça. O lateral, que completa 36 anos em 7 de junho, seis dias antes da estréia do Brasil no Mundial da Alemanha, foi sempre o primeiro a terminar os exercícios pedidos pelos preparadores, Moraci Sant´Anna e Paulo Paixão, e de quebra ainda brincava com os colegas, pedindo mais vontade. Ao contrário da quinta-feira, quando seis jogadores fizeram exercícios de reforço muscular separadamente - e Cafu estava entre eles -, os 23 jogadores participaram juntos dos exercícios no campo do Estádio Thermoplan, que mais uma vez estava lotado de torcedores. Na coletiva concedida na quinta, o técnico Carlos Alberto Parreira havia falado da importância de uma preparação física adequada. "É uma parte importante no trabalho de montagem do time. Numa competição como a Copa do Mundo, se o condicionamento não for bom você vai sofrer no fim das partidas", declarou o treinador, que no período da tarde comanda um treino tático com os jogadores. A seleção volta a treinar em dois períodos no sábado. Na próxima terça-feira, o Brasil enfrenta a seleção de Lucerna, na Basiléia, no primeiro amistoso preparatório para a Copa do Mundo. O segundo será contra a Nova Zelândia, no domingo, dia 4 de junho, em Genebra. No mesmo dia, a delegação deixa a Suíça e parte para a cidade de Königstein, na Alemanha.

Agencia Estado,

26 Maio 2006 | 07h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.