1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Manaus inaugura o seu estádio para a Copa neste domingo

O Estado de S. Paulo

09 Março 2014 | 05h 00

Arena Amazônia recebe o jogo Nacional e Remo, com a presença do ministro Aldo Rebelo

MANAUS - Nacional de Manaus e Remo, de Belém, inauguram neste domingo mais um dos estádios que receberão jogos da Copa do Mundo. A Arena Amazônia será aberta após cerca de quatro anos de construção, quase nove meses de atraso em relação ao prazo inicial previsto para a entrega - teve dois adiamentos - e três mortes de operários durante as obras.

E estádio terá capacidade para cerca de 44 mil pessoas e foi erguida a um custo estimado em R$ 669,5 milhões. Com isso, restarão três estádios a ser entregues para o Mundial: Arena Corinthians, Arena Pantanal e Arena da Baixada.

O pontapé inicial no estádio amazonense vai ser dado por um filho da terra, o campeão dos peso pena do UFC José Aldo, nascido em Manaus. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, vai participar da inauguração, ao lado do governador do Estado, Omar Aziz. A presidente Dilma Rousseff chegou a planejar a presença em todas as inaugurações de arenas para a Copa, mas não vai ao Amazonas.

 

Na Copa, a arena receberá quatro partidas, todas da primeira fase. Mas vai sediar um dos clássicos do futebol mundial, entre Itália e Inglaterra, dia 14 de junho, pelo Grupo D. Croácia e Camarões, adversários do Brasil no Grupo A, se enfrentam dia 18. Quatro dias depois, a partida será entre Estados Unidos e Portugal, pelo Grupo G. No dia 25, Honduras e Suíça jogam pelo Grupo E.

 

Para a inauguração, foram colocados à venda 13 mil ingressos, a R$ 50 e a R$ 100, esgotados na quarta-feira. Outros 7 mil bilhetes foram distribuídos gratuitamente para operários que trabalharam nas obras e seus familiares. Nos últimos dias, vários deles foram procurados por cambistas, que ofereciam R$ 150 pelo par de entradas e diziam que o objetivo era revender por R$ 200 cada.

O combate aos cambistas foi uma das metas estabelecidas no plano operacional para a partida divulgado durante a semana. A segurança será feita, segundo o planejado, por 2,1 mil homens - entre policiais civis, militares e segurança privada - dentro do estádio e no entorno, o que representa um agente para cada grupo de 950 torcedores, considerando-se os 20 mil bilhetes disponíveis para o público. Haverá quatro pontos de contenção, a partir dos quais só terão acesso credenciados e portadores de ingressos, e o monitoramento será feito por um total, em vários pontos, de 55 câmeras.

 

O jogo entre Nacional e Remo, de volta pelas quartas de final da Copa Verde (1 a 1 na ida), será o primeiro evento-teste da Arena Amazônia. Oficialmente, serão marcados mais dois testes, um para 30 mil espectadores e outro para 44 mil.

 

Mas na quarta-feira já haverá outro jogo no local. Fast Club e Princesa do Solimões decidem o 1.º turno do Amazonense e 10 mil ingressos estarão à venda.

Copa 2014