Carlos Gregório/Vasco
Carlos Gregório/Vasco

Manga Escobar celebra recuperação no Vasco e espera ampliar boa fase fora de casa

Colombiano foi destaque na vitória diante do Fluminense por 3 a 2

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 16h18

Um dos destaques da vitória do Vasco por 3 a 2 sobre o Fluminense, em jogo disputado no último sábado, Manga Escobar acredita que começou a superar a desconfiança que a sua estreia pelo clube deixou. Afinal, em jogo com o Vitória, no início de março. ele cometeu pênalti tolo, ao cair na grande área defensiva e segurar a bola com as mãos.

Quase três meses depois, porém, ele marcou um gol no clássico e participou da jogada de outro após sair do banco de reservas vascaíno em São Januário. Por isso, celebrou a volta por cima depois de muito trabalho.

"Aquele momento da estreia foi muito difícil para mim. Eu cometi um pênalti (no jogo contra o Vitória, pela Copa do Brasil). Foram semanas difíceis que tive, mas o grupo me deu apoio total nisso. Trabalhei muito forte para ter mais chances. Futebol é assim, muito dinâmico, as coisas mudam rapidamente", afirmou.

Com sua importante participação, Manga Escobar foi decisivo para o Vasco conquistar a sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro, sendo que ambas foram asseguradas como mandante, com boa presença de público em São Januário. Agora, porém, o time será visitante, no próximo domingo, diante do Grêmio, em Porto Alegre. E o colombiano espera que o time conquiste um bom resultado para manter o apoio do torcedor quando voltar a jogar em casa.

"A torcida tem muita expectativa pelo que pode ser esse ano, mas eu não esperava tanta gente no estádio. Nos entregamos 100% e conseguimos uma grande vitória com o apoio deles. O resultado em Porto Alegre vai ser muito importante para que nos apoiem depois contra o Corinthians em casa. A equipe está pensando totalmente no Grêmio", disse.

Mais conteúdo sobre:
Futebol futebol Vasco Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.