Geraldo Bubniak / Cruzeiro / Light Press
Geraldo Bubniak / Cruzeiro / Light Press

Mano admite erros do Cruzeiro contra Coritiba, mas mira recuperação em clássico

Goleiro Fábio projetou recuperação da equipe na próxima partida, diante do Atlético Mineiro

Estadão Conteúdo

19 Outubro 2017 | 09h10

O técnico Mano Menezes reconheceu que o Cruzeiro mereceu perder por 1 a 0 para o Coritiba, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa marcou contra para a equipe paranaense.

+ Thiago Neves pede que Cruzeiro mantenha Mano no comando: 'Tem de dar um jeito'

"Não merecemos o resultado, principalmente pelo primeiro tempo. (A equipe foi) Muito abaixo em termos de produção de equipe, mesmo no segundo tempo tendo domínio e presença mais forte em volta da área, mas sem chegar para concluir com qualidade, que quase não chegamos. É muito pouco para uma equipe com a qualidade do Cruzeiro, por isso não tivemos outro resultado diferente da derrota", analisou o treinador.

No entanto, Mano Menezes procurou minimizar o insucesso e projetou a reabilitação da equipe no Brasileirão no clássico regional diante do Atlético Mineiro, no próximo domingo, às 17 horas, no Mineirão, contando com o apoio da torcida, até pelo fato de o clube ser o mandante do jogo.

+ Atlético-MG volta a fazer feio em casa e perde para a Chapecoense no Brasileirão

"Temos que voltar nossas atenções e nos concentrar para fazer um grande clássico. É o último clássico do ano e na nossa casa e queremos vencer nosso tradicional adversário. E agora vamos pensar nisso e nos concentrar para não cometer os erros que cometemos hoje (contra o Coritiba). É hora de pensar no jogo grande que temos pela frente", frisou o comandante celeste.

Opinião semelhante tem o goleiro Fábio, que retornou ao time após duas partidas fora por problemas físicos. O jogador, ídolo da torcida e recordista de jogos com a camisa cruzeirense, também se mostrou otimista para enfrentar o rival mineiro em busca da recuperação no Nacional.

"Infelizmente, aconteceu a derrota. Não conseguimos nos sobressair, como fizemos nessa sequência de vitórias e invencibilidade, mas são coisas que acontecem somente no futebol. Temos a oportunidade no clássico, diante de nosso torcedor, de fazer um grande jogo e esperamos fazer uma boa apresentação dentro de casa para conseguirmos a vitória. Nosso torcedor dentro do Mineirão é sempre importante, fazendo o incentivo", declarou", projetou o goleiro.

A derrota em Curitiba representou a quebra de uma invencibilidade de 13 jogos na temporada da equipe cruzeirense. Mas o clube mineiro segue bem posicionado na tabela do Brasileirão - ocupa a quinta posição, com 47 pontos - e com vaga garantida na próxima edição da Copa Libertadores em razão do título da Copa do Brasil, conquistado no fim de setembro, diante do Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.