Washington Alves / Cruzeiro
Washington Alves / Cruzeiro

Mano elogia atuação no Cruzeiro em 2.º tempo, mas lamenta empate

Equipe ficou no 1 a 1 com o Sport

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2017 | 10h56

O técnico Mano Menezes elogiou a atuação do Cruzeiro, principalmente a exibida no segundo tempo, no jogo em que o time empatou por 1 a 1 com o Sport, na noite deste domingo, na Ilha do Retiro, em Recife, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador, entretanto, lamentou o resultado ao acreditar que o time mineiro desperdiçou uma boa oportunidade de voltar para casa com três pontos na bagagem.

"Gostaria que o Cruzeiro jogasse sempre assim, como no segundo tempo. O Cruzeiro saiu do jogo em determinado momento, é uma coisa que precisamos solucionar. O jogo estava bom para ser jogado igual, mas faltou um pouco de passagem no meio-campo", disse o treinador, em entrevista coletiva, se referindo à transição das jogadas do setor para o ataque.

Mano Menezes, porém, evitou ser excessivamente crítico ao destacar que "o futebol não é um jogo objetivo em termos de merecimento". "É um jogo de bola na rede, é preciso fazer o gol. O gol muda a história do jogo. Fizemos um gol cedo e poderíamos ter aproveitado, mas deixamos escapar o controle e precisamos fazer esses ajustes. Mas teremos resultados assim tanto dentro como fora de casa", analisou.

Ao elogiar a atuação do Cruzeiro no segundo tempo da partida contra o Sport, o comandante também exaltou a volta de Ariel Cabral, recuperado de lesão e que substituiu Lucas Romero no decorrer do confronto. "Ele mostrou a importância dele para o time. Empurramos o Sport para trás e rodamos a bola para os lados. Aí os jogadores cresceram, pois o time teve mais posse de bola e não precisou correr tanto atrás. Eles ficam mais descansados para construir jogadas ofensivas. É o que queremos, a equipe tem capacidade para fazer como no segundo tempo", finalizou.

O zagueiro Dedé também saiu de campo com a sensação de que o Cruzeiro poderia ter conquistado um resultado melhor. Uma vitória manteria a equipe com 100% de aproveitamento na competição, após a estreia com triunfo por 1 a 0 sobre o São Paulo, no Mineirão.

“Somar no Campeonato Brasileiro é sempre bom. Nosso time dominou o jogo todo, no segundo tempo a gente foi para cima. Infelizmente não conseguimos fazer o gol (na etapa final). A gente tem que trabalhar para corrigir os erros, nosso time está trabalhando bem. Mas acho que perdemos dois pontos. A gente dominou a bola, chegamos à frente. Poderíamos ter vencido", lamentou o defensor.

Após o empate fora de casa, o Cruzeiro voltará a campo apenas no próximo domingo, quando encara o Santos, às 16 horas, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Brasileirão. Com quatro pontos, o time cruzeirense divide a quarta posição da tabela com Corinthians e Chapecoense, que realizam campanhas iguais até aqui.

Mais conteúdo sobre:
Cruzeiro Esporte Clube Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.