Washington Alves/Cruzeiro
Washington Alves/Cruzeiro

Mano relaciona Robinho e Ezequiel no Cruzeiro para final do Mineiro com Atlético

Jogadores voltam de lesão e reforçam time celeste em decisão

Estadão Conteúdo

06 Maio 2017 | 21h14

Recuperados de lesões, o lateral-direito Ezequiel e o meio-campista Robinho são as novidades na lista de jogadores relacionados pelo técnico Mano Menezes no Cruzeiro para a grande final do Campeonato Mineiro, neste domingo, às 16 horas, no estádio Independência, contra o Atlético.

O elenco cruzeirense finalizou a preparação para o clássico com um treino neste sábado na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte. As atividades foram fechadas para a imprensa. O técnico Mano Menezes liberou apenas 15 minutos registro das atividades, mantendo o mistério sobre a escalação da equipe.

A torcida do Cruzeiro proporcionou uma surpresa aos jogadores na chegada ao centro de treinamentos do clube. Uma faixa foi estendida na entrada do CT com os dizeres "Joguem por nós! Joguem por vocês! 9 milhões de loucos! 1.871 cantando! 11 nos representando".

A frase faz menção à quantidade de lugares destinados aos visitantes no Independência, palco da final mineira. Ao todo, foram liberados 1.871 ingressos para os cruzeirenses, menos de 10% da capacidade do estádio. O número foi estipulado por questão de segurança sobre o setor que abriga a torcida visitante, após muita polêmica, o que incluiu a possibilidade de não ser liberada a presença dos cruzeirenses no estádio.

O Cruzeiro empatou com o Atlético por 0 a 0 no jogo de ida da final do Mineiro e precisa de uma vitória neste domingo para conquistar o título estadual.

Confira a lista dos 24 jogadores relacionados por Mano Menezes para a decisão:

Goleiros: Fábio, Lucas França e Rafael.

Laterais: Bryan, Diogo Barbosa, Ezequiel, Fabrício, Lennon e Mayke.

Zagueiros: Dedé, Kunty Caicedo e Léo.

Meio-campistas: De Arrascaeta, Henrique, Hudson, Lucas Silva, Lucas Romero, Rafinha, Robinho e Thiago Neves.

Atacantes: Alisson, Rafael Sóbis, Raniel e Ramón Ábila.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.