Washington Alves/LightPress
Washington Alves/LightPress

Mano testa Cruzeiro com três volantes e Rafael Marques para encarar o Santos

Mudanças podem ter relação com a força ofensiva do adversário

O Estado de S.Paulo

25 Maio 2017 | 18h50

O técnico Mano Menezes testou um Cruzeiro diferente no treino desta quinta-feira, na Toca da Raposa II. Ele comandou um coletivo visando o duelo de domingo contra o Santos, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, no qual escalou a equipe com três volantes e com Rafael Marques como titular do ataque.

As mudanças podem ter relação com o adversário de domingo. O Santos costuma ser forte na Vila Belmiro e, por isso, Mano pode preferir um esquema mais defensivo. Nesta quinta, Ariel Cabral trabalhou novamente entre os titulares na vaga de Rafinha e formou um trio de volantes com Hudson e Henrique.

Já Rafael Marques é um atacante que participa mais do jogo, volta mais para buscar bola e recompõe na marcação, e por isso pode ter sido a opção de Mano no treinamento, na vaga de Ábila. Para o zagueiro Dedé, independente da escalação, o Cruzeiro precisa entrar bastante concentrado para não ser derrotado na Vila Belmiro

"Contra o Santos acho que será mais equilibrado, um jogo que exigirá mais concentração, mas gostoso de se jogar. O Santos imprime muito bem o ritmo dentro de casa. Temos de quebrar isso, ficar atento aos jogadores deles", declarou nesta quinta.

O time titular escalado por Mano no início do coletivo teve: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Leo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson e Rafael Marques. Ao longo da atividade, no entanto, o técnico promoveu a entrada do lateral-esquerdo Fabrício no lugar de Romero, deslocou Hudson para a direita e colocou Diogo Barbosa no meio.

O técnico não confirmou se fará alguma mudança para encarar o Santos e quais seriam esta alterações, mas o fato é que vem encontrando tempo para testá-las por causa da semana livre para treinos do Cruzeiro. "A semana cheia é muito boa para a gente se preparar bem, focar mais no trabalho, no que temos de fazer no jogo. E também no descanso, que é primordial, inclusive o mental. Está sendo uma semana muito produtiva", considerou Dedé.

Mais conteúdo sobre:
Futebol futebol Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.