1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mano volta a reclamar da arbitragem em derrota do Corinthians

O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 01h 18

Corintianos pedem falta em lance que resultou no gol do Bragantino e da expulsão de Ferrugem no final da partida na Arena Pantanal

Na derrota por 1 a 0 para o Bragantino pelo Copa do Brasil, em Cuiabá, o Corinthians, mais uma vez, criticou  arbitragem, como já havia acontecido no revés diante do Grêmio, domingo, pelo Campeonato Brasileiro.  

O lance que gerou protesto foi o do gol do meia Sandro, aos 10 minutos do segundo tempo. Ferrugem, nos acréscimos, foi expulso. Mano Menezes não quis relacionar o resultado do jogo desta quarta-feira com os erros de arbitragem de Leandro Bizzio Marinho.

"Alguma coisa está diferente. Mas não cabe a nós julgar. Se não parece que estamos aqui justificando o resultado. Mas hoje eu tive que acalmar meus jogadores no final do jogo", disse Mano Menezes.

"Depois vocês analisem se houve enganos, se houve interferência, penso que em um deles (o juiz) interferiu na marcação do gol. Mas cabe a vocês analisarem de forma imparcial." Antes de ele acertar um lindo chute de fora da área, os jogadores do Corinthians entenderam que houve falta em dois lances. Primeiro em Cássio, depois em Guerrero.

"Acho que o Corinthians produziu para ganhar o jogo. O Bragantino fez o gol num erro do juiz que tiveram duas faltas. Mas tenho certeza que teremos condições de reverter o resultado", disse o lateral-esquerdo Fábio Santos. No final do jogo, já nos acréscimos, o juiz Leandro Bizzio Marinho expulsou o lateral-direito Ferrugem por um carrinho em Cesinha. Mais reclamação: o auxiliar Sidnei Lobo foi expulso.

Antes da decisão na Copa do Brasil, o Corinthians volta a campo domingo: enfrenta o Fluminense, no Itaquerão. Guerrero, suspenso, é desfalque