1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Futebol Internacional

Maradona e Baggio brilham no 'Jogo pela Paz' em Roma

Estadão Conteúdo

01 Setembro 2014 | 18h 45

Jogo em Roma, com inúmeros ex-jogadores, foi promovido pelo papa Francisco para pedir o fim das guerras e da violência pelo mundo

Com a bênção do papa Francisco, organizador do "Jogo pela Paz", o torcedor que foi ao estádio Olímpico de Roma, nesta segunda-feira, viu um belo espetáculo de futebol promovido para pedir o fim de guerras e da violência pelo mundo, com a união de várias religiões, e ajudar crianças carentes. Com inúmeros ex-jogadores em campo, o brilho ficou para o argentino Diego Maradona e para o italiano Roberto Baggio.

Os dois jogaram no mesmo time, o Scholas (instituição educacional ajudada pelo papa Francisco), e usaram a camisa 10. Ambos protagonizaram lances bonitos como em um gol marcado por Baggio, que recebeu belo passe de Maradona antes de tocar para as redes. No final, a equipe dos dois craques perdeu para o Pupi, fundação criada pelo ex-lateral-esquerdo argentino Javier Zanetti, por 6 a 3.

Filippo Monteforte/AFP
Roberto Baggio e Diego Maradona jogaram no mesmo time, o Scholas

Junto com Maradona, Baggio e Zanetti estiveram em campo jogadores do passado como o volante argentino Diego Simeone, atual técnico do Atlético de Madrid, o meia colombiano Carlos Valderrama, o centroavante chileno Ivan Zamorano e o atacante ucraniano Andriy Shevchenko. Também jogaram atletas da atualidade como o volante argentino Mascherano e os uruguaios Diego Lugano e Fernando Muslera.

Antes da partida, um vídeo no telão do estádio Olímpico foi mostrado com uma mensagem de paz lida em espanhol pelo papa Francisco, que não foi ao jogo. Na sequência, representantes de várias religiões entraram em campo com uma oliveira dada pelo pontífice e simbolicamente a "plantaram" juntos em um vaso.

Futebol Internacional