Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Marcelo admite falhas do Cruzeiro, mas elogia o poder de reação

Técnico acha justo o resultado de 1 a 1 com o rival Atlético-MG

Estadão Conteúdo

09 Março 2015 | 09h34

O Cruzeiro não foi brilhante e, mesmo diante de um Atlético-MG bastante desfalcado, suou para arrancar um empate por 1 a 1 no último domingo, no Mineirão. O gol salvador de Leandro Damião saiu já aos 37 minutos do segundo tempo, mas não mascarou a atuação pouco inspirada da equipe, como admitiu o técnico Marcelo Oliveira. A comemorar, somente o poder de reação e a determinação demonstrada pelos jogadores.

"Não foi um jogo brilhante tecnicamente, mas foi um jogo muito disputado, com muito espírito de luta e competição. Foram posturas diferentes dos dois times. No primeiro tempo nós controlamos bem até os 25 minutos, chegando ao ataque, mas com a mesma dificuldade do último jogo, na falta de uma jogada individual que pudesse resultar em gol. Tivemos um volume bom de ataque pelos dois lados. Gostei da reação do Cruzeiro, o time não se desesperou após o gol. Acho que ficou de bom tamanho o empate, mas também acho que essa era uma boa oportunidade de o nosso time ter saído de campo vencedor", declarou.

Foi o segundo empate consecutivo do Cruzeiro, que já havia ficado no 0 a 0 com o Huracán pela Libertadores. Na competição continental, aliás, o time ainda não venceu, o que já criou um início de pressão por parte da torcida. Por isso, Marcelo Oliveira sabe que uma vitória sobre o Villa Nova na quarta-feira, fora de casa, será fundamental.

"Agora é ter tranquilidade e confiança para trabalhar até o jogo de quarta-feira, que será uma boa oportunidade para nós fazermos um jogo melhor do que esse, tão competitivo quanto o de hoje (domingo), mas melhor na parte técnica. E assim a gente vai ajustando o time. Temos que ter confiança na nossa equipe, porque é com ela com iremos trabalhar muito para fazermos um grande ano", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.