Paul Hanna / Reuters
Paul Hanna / Reuters

Marcelo é o segundo melhor defensor do mundo, diz jornal inglês

Daniel Alves, Thiago Silva e Marquinhos também entraram na lista

Gonçalo Junior, Estadão Conteudo

09 Maio 2017 | 11h34

Titular na seleção brasileira, o lateral-esquerdo Marcelo é um dos protagonistas do Real Madrid, semifinalista da Liga dos Campeões da Europa e favorito à conquista do título espanhol. Para o jornal britânico "Telegraph", o defensor está entre os três melhores do mundo.

Nesta terça-feira, a publicação britânica publicou uma lista com os 25 melhores defensores e Marcelo é o segundo colocado, atrás apenas do italiano Leonardo Bonucci, da Juventus. Daniel Alves, também do time italiano, está na lista, no sexto lugar, assim como o zagueiro Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, o 10º colocado.

O outro brasileiro citado é Marquinhos, também do PSG, na 21ª posição. "Melhorando a cada temporada, agora Marcelo é insubstituível no Real Madrid", descreveu o jornal, que não citou o brasileiro Filipe Luis, do Atlético de Madrid - é o reserva imediato de Marcelo na seleção brasileira.

 

Confira abaixo a lista dos 25 melhores defensores:

1. Leonardo Bonucci, da Juventus

2. Marcelo, do Real Madrid

3. Diego Godin, do Atlético de Madrid

4. Philip Lahm, do Bayern de Munique

5. Gerard Piqué, do Barcelona

6. Daniel Alves, da Juventus

7. Jerome Boateng, do Bayern de Munique

8. Giorgio Chiellini, da Juventus

9. Sergio Ramos, do Real Madrid

10. Thiago Silva, do Paris Saint-Germain

11. David Alaba, do Bayern de Munique

12. Mats Hummels, do Bayern de Munique

13. Virgil Van Dijk, do Southampton

14. Danny Rose, do Tottenham

15. Toby Alderweideld, do Tottenham

16. Raphael Varane, do Real Madrid

17. Cesar Azpilicueta, do Chelsea

18. Kalidou Koulibaly, da Napoli

19. Djibril Sidibe, do Monaco

20. Laurent Koscielny, do Arsenal

21. Marquinhos, do Paris Saint-Germain

22. Jan Vertonghen, do Tottenham

23. Kamil Glik, do Monaco

24. Kostas Manolas, da Roma

25. Eric Bailly, do Manchester United

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.