Washington Alves/Divulgação
Washington Alves/Divulgação

Marcelo elogia reservas do Cruzeiro e já mira jogo na Libertadores

Bom desempenho pode render chances no torneio continental

Estadão Conteúdo

01 Março 2015 | 11h32

A vitória por 3 a 0 sobre o Tupi no último sábado, pelo Campeonato Mineiro, e a forma como a equipe reserva do Cruzeiro se portou em campo agradaram o técnico Marcelo Oliveira. O treinador gostou bastante do início de jogo, quando seus comandados marcaram duas vezes em 11 minutos, e admitiu a queda de rendimento na etapa final, mas fez um balanço positivo da partida.

"Fiquei bastante satisfeito, é claro que na maior parte do tempo os jogadores estavam organizados em campo, houve uma entrega muito boa, tanto é que no final alguns estavam sentindo cãibras, no final do primeiro tempo nos caímos um pouco, o time deles começou a chegar mais, mas depois retomamos o jogo e podíamos ter feito mais gols. Foi garantido o que nos queríamos, o objetivo dos três pontos, manter a liderança, dar ritmo aos jogadores e observar também", comentou.

O bom desempenho deve render chances futuras para estes jogadores, mas agora é hora de pensar na Libertadores. Na terça-feira, o Cruzeiro recebe o Huracán no Mineirão, e depois do empate sem gols na altitude diante do Universitario Sucre, uma vitória é obrigação para os mineiros.

"Terça-feira é um dia muito especial para a gente, nós empatamos fora com as dificuldades que todos já sabem e precisamos ganhar em casa, na Libertadores é fundamental. Para que isso aconteça, o time está bem preparado, descansou e agora vamos trabalhar até terça-feira. Que tenha mais uma vez essa interação com a torcida, porque vamos enfrentar isso fora e a torcida do Cruzeiro já é acostumada a contagiar e dar um apoio incondicional", disse Marcelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.