Guilherme Kastner/Brazil Photo Press
Guilherme Kastner/Brazil Photo Press

Marcelo Fernandes elogia Santos apesar do empate na Vila Belmiro

Técnico gosta do desempenho do time no 2 a 2 com o São Bento

SANCHES FILHO, O Estado de S. Paulo

30 Março 2015 | 08h53

O técnico Marcelo Fernandes gostou do futebol do Santos no empate por 2 a 2 com o São Bento, na noite de domingo, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. Para o treinador, o time sentiu as ausências de Cicinho, Valencia e, principalmente, de Robinho, e teve falhas pontuais na primeira etapa, mas reagiu bem no segundo tempo.

"Achei que o time foi um pouco disperso no primeiro tempo, mas segundo tempo voltou ao normal. O goleiro deles fez grandes defesas. O São Bento foi um adversário difícil. O segundo tempo nosso foi impecável, com o time tentando fazer gol a todo custo. O time deles se defendeu bem. Mostramos muita garra e vontade", disse.

No espaço de três dias, o Santos foi derrotado por 3 a 1 pela Ponte Preta, em Campinas, teve de suar muito para conseguir empatar por 2 a 2 com o São Bento, um dos mais fracos times do Campeonato Paulista, na noite de domingo, na Vila Belmiro, e está ameaçado de não conseguir nem o segundo lugar na classificação geral, mas Marcelo acredita que com a volta de Robinho, que estava na seleção brasileira, a equipe vai voltar ao seu normal e pode até surpreender o Corinthians no Itaquerão.

"Vamos estudar o Corinthians ainda. Com certeza vamos fazer o melhor para o Santos. A torcida pode esperar que todo mundo sabe da importância desse jogo. O Santos é um time grande, vai enfrentar outra grande equipe, que é o Corinthians. E vai ser um clássico memorável pelas circunstâncias do Campeonato", disse o treinador santista. "O pessoal está com muita vontade, muita gana".

No clássico de domingo, além de Robinho, o Santos terá as voltas de Cicinho à lateral direita, com Victor Ferraz passando para a esquerda, e de Valencia no lugar de Lucas Otávio na função de primeiro volante.

A assessoria de comunicação do Santos confirmou na noite de domingo que o goleiro Vanderlei passou por cirurgia para reconstituir o osso fraturado no choque com o atacante Rildo, da Ponte, na última quinta-feira, em Campinas. A operação foi realizada com sucesso na tarde de domingo no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Vanderlei deve ficar pelo menos dois meses em recuperação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.