Marcinho vetado após crítica da esposa

A situação no Guarani não anda das melhores. Depois de duas derrotas e um empate, o grupo ainda recebeu uma notícia ruim nesta terça-feira. O atacante Marcinho foi afastado do restante do elenco em função das declarações de sua esposa, Luciana da Silva, que teria criticado o técnico Zé Mário após o jogo contra o Corinthians, domingo passado pelo Torneio Rio-São Paulo. "Nunca critiquei o Zé Mário por escalar o Marcinho no meio-campo. Aliás, esta posição o consagrou no América, no Campeonato Paulista da Série A-2 em 1999. Eu apenas disse que, se o Marcinho fosse escalado no ataque, ele deveria jogar como segundo atacante. Isto porque ele nunca foi um artilheiro nato. Considero ele como um preparador de jogadas. Não tenho nenhuma crítica ao Zé Mário. Afinal, com ele no Guarani, o Marcinho voltou a praticar um bom futebol", disse a esposa do jogador. Irritados com a atitude da mulher do jogador, a diretoria resolveu afastar Marcinho do elenco. O jogador está vetado para a partida contra o Paraná Clube, quinta-feira, no estádio Brinco do Ouro, em Campinas. Para se classificar às oitavas-de-final da Copa do Brasil, o Bugre precisa vencer os paranaenses por 3 a 0. Um resultado por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Além de Marcinho, o Guarani não poderá contar com o zagueiro e capitão Edu Dracena. O jogador foi expulso na primeira partida contra o Paraná Clube e será substituído por Sangaletti, que será recuado para a posição.

Agencia Estado,

12 Março 2002 | 17h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.