Paulo Fernandes/Divulgação
Paulo Fernandes/Divulgação

Martín Silva vê São Januário como fator positivo para o clássico

Vasco e Fluminense se enfrentam no sábado, pelo Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

24 Maio 2017 | 14h58

O goleiro Martín Silva apontou o apoio da torcida como força extra para o Vasco superar o Fluminense no próximo sábado, às 16 horas, em São Januário, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe cruzmaltina não enfrenta o rival em seu próprio estádio desde a temporada 2005 e espera fazer do local um caldeirão para vencer o clássico.

"Gostamos de jogar esse tipo de clássico em casa, com a torcida toda do Vasco. A torcida fica mais perto e o clima se torna muito especial, fica mais bonito. Ela fez um espetáculo muito bonito no último jogo (vitória contra o Bahia) mesmo com o Vasco vindo de uma dura derrota na estreia. Foi bonito de ver. Os torcedores abraçaram o time e trouxeram uma confiança a mais. Precisamos de fator casa num campeonato tão competitivo pelo Brasileiro. Que isso se repita jogo a jogo", exaltou o uruguaio.

Martín Silva também elogiou o reserva Gabriel Félix, de 22 anos, que deverá substitui-lo em pelo menos duas rodadas do Brasileirão - contra Grêmio e Corinthians - após ser chamado pelo técnico da seleção uruguaia, Oscar Tabárez, para dois amistosos em junho - nos dias 4 e 7 - contra Irlanda e Itália.

"O Gabriel está passando por um momento muito bom. Ele vem evoluindo muito, cresceu bastante do último ano para cá. A comissão técnica e os jogadores estão tranquilos, pois todos sabem a qualidade que ele possui. Tenho certeza que se ele tiver a chance de fazer sua estreia, vai estar à altura de representar o gol do Vasco".

O grupo vascaíno treinou na manhã desta quarta-feira no Complexo Esportivo de São Januário. Rafael Marques, que deixou a partida contra o Bahia contundido, não participou de atividades com bola e poderá desfalcar a equipe no clássico contra o Fluminense.

Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.