1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Matuidi crê em redenção francesa após vexame em 2010

AE - Agência Estado

13 Junho 2014 | 16h 46

A França não está em sua melhor fase. Responsável pela eliminação da seleção brasileira em 1998 e 2006, a equipe vem de uma campanha decepcionante na Copa do Mundo de 2010, que ficou marcada por uma greve dos jogadores contra o então técnico Raymond Domenech e a eliminação ainda na primeira fase. Além disso, o craque da equipe, Frank Ribéry, sofre de uma lesão nas costas e não poderá participar do Mundial no Brasil. O volante Matuidi, no entanto, acredita que a equipe irá se redimir desta vez.

Para o jogador do Paris Saint-Germain, o elenco atual está "com fome, foco e determinação" para apagar a imagem do Mundial passado. "Nós temos muita ambição, mas sabemos de onde viemos e que as coisas acontecem muito rápido no futebol", afirmou o volante. Apesar da França não ser considerada uma das favoritas, Matuidi se mantém confiante. "Mantemos os pés no chão, mas sabemos que o time é bom e pode fazer algo grandioso neste Mundial", disse.

A equipe dá sinais que realmente pode surpreender. Mesmo sem Ribéry, a equipe mostrou bom futebol na preparação para o Mundial, com direito a uma vitória de 8 a 0 sobre a Jamaica antes de embarcar para o Brasil. Além disso, no Grupo E, do qual faz parte, terá adversários de pouca tradição. A França enfrenta o Equador, a Suíça e, já neste domingo, Honduras, em Porto Alegre.

Matuidi destaca o jogo físico como a principal arma da equipe hondurenha. "Vimos os amistosos deles e certamente eles são fisicamente muito fortes, mas nós estamos preparados", disse. "Além disso, haverá um árbitro para punir excessos, então não estamos preocupados", completou.

Com a lesão de seu craque, os franceses confiam agora em Benzema como principal esperança de uma boa campanha. Para Matuidi, o atacante não irá decepcionar. "Benzema é um atacante de classe mundial. É campeão da Europa pelo Real Madrid, então não podemos pedir mais nada".

Copa 2014