Medina deixa o Santos

O Santos teve nesta sexta-feira mais um dia de crise, às vésperas do jogo contra o Botafogo considerado de risco. Odvan foi multado pelas declarações sobre o atraso nos salários e problemas extracampo, publicadas pelos jornais, e teve que fazer um desmentido público do que havia conversado com os jornalistas. Além disso, o clube perdeu seu diretor-executivo: João Paulo Medina entregou seu pedido de demissão, tendo sido substituído por José Ely de Miranda, o Zito. Medina esteve no CT Rei Pelé na tarde desta sexta-feira e não concedeu entrevista aos jornalistas. Dentro de campo, poderá haver novidades também. Celso Roth reuniu os jogadores no vestiário para uma conversa de 25 minutos e, ao formar os times para o coletivo, indicou que fará duas mudanças na equipe para o jogo deste domingo contra o Botafogo. O volante Paulo Almeida perdeu a condição de titular para Renato. No ataque, a surpresa maior: o atacante William, a principal revelação santista nesta temporada também irá para o banco. Em seu lugar, Celso Roth escalou Elano, que havia começado como titular, perdeu a posição e está há várias rodadas sem atuar. O treinador não confirma, mas essas alterações deverão ser mantidas contra o Botafogo. Desde que assumiu o cargo, Medina vinha tem enfrentado uma série de problemas num clube que vive em constante crise financeira. Os comentários de que ele estava demissionário eram antigos, mas a decisão foi tomada na terça-feira da semana passada, quando ele não permitiu que torcedores entrassem na área de treinamento para conversar com os jogadores depois da derrota para o Americano, e um diretor acabou permitindo o acesso de dois deles, alegando que era ordem do presidente Marcelo Teixeira. O episódio desagradou a Medina e aos jogadores, que se sentiram pressionados. Nesta sexta-feira, o ex-diretor justificou sua saída pela falta condições de realizar o trabalho de modernização do clube.

Agencia Estado,

08 Março 2002 | 18h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.